Postagens

Mostrando postagens com o rótulo SUS

Desperdício de Medicamentos: gestor do SUS que desperdiçar medicamentos poderá ser preso

Imagem
Sistema Único de Saúde (SUS): Projeto estabelece pena de prisão a gestor do SUS que desperdiçar medicamentos

O gestor no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) que desperdiçar medicamentos poderá pegar até dois anos de prisão, determina o Projeto de Lei do Senado (PLS) 209/2018. Do senador Paulo Bauer (PSDB-SC), a proposta tramita na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), onde aguarda a designação de relator.

O senador argumenta na justificativa da proposta que a falta de medicamentos é um problema crônico em todos os estabelecimentos do SUS, "desde o mais remoto posto de saúde até os hospitais de ponta que realizam transplantes". Mas de acordo com Bauer, isso não seria consequência apenas de insuficiências orçamentárias.



"São recorrentes as notícias de descarte de medicamentos por terem vencido seus prazos de validade, sem que tenham sido distribuídos aos pacientes, o que causa sentimento de revolta na sociedade", afirma.
O senador mencionou ainda ca…

Tecnologia diminui custos e melhora atendimentos de saúde

Imagem
O sistema de saúde no Brasil está encontrando na tecnologia um meio para melhorar sua eficiência [e precisa melhorar muuuito ainda].

Se quem depende do atendimento público se depara com falta de profissionais, equipamentos e medicamentos, a burocracia e o alto custo afastam quem paga planos de saúde.


Uma das soluções é investir em tecnologia! O uso de startups permite não apenas mapear o fluxo de leitos hospitalares, como também reunir médico, local e aparelhos para intervenções. Tudo isso reduzirá o tempo de atendimento e também o custo dos serviços. Ler matéria completa...

#SUS#NotíciasSaúde

Fonte: Correio Brasiliense

SUS tem novo medicamento para Alzheimer

Pacientes com Alzheimer contarão com novo medicamento no SUS

Os pacientes que sofrem com o Alzheimer terão mais uma opção de tratamento no Sistema Único de Saúde (SUS). O medicamento “Memantina” foi incorporado nesta quinta-feira (9/11), pelo Ministério da Saúde e estará à disposição da população em até 180 dias nas unidades de saúde do país. O novo fármaco, que será ofertado em comprimidos, proporcionará melhor qualidade de vida dos pacientes com esta doença, que afeta um terço da população idosa.

A decisão da oferta do medicamento no SUS ocorreu após avaliação da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (CONITEC) em julho deste ano. “A incorporação é uma luta antiga de representantes e pacientes que sofrem com a doença. É uma conquista significativa que influenciará favoravelmente na qualidade de vida dos doentes e cuidadores”, afirmou Marco Fireman, Secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde.



O mal de Alzheimer atinge 33% da popula…

Desfinanciamento do SUS. Entenda...

Saúde, “gasto” a ser cortado?

O Sistema Único de Saúde (SUS) representa um dos principais desafios da política pública brasileira. Desde a sua criação, há 29 anos, sofre com insuficiência de recursos financeiros, humanos e tecnológicos.

Nos últimos anos, o que sempre foi conhecido por subfinanciamento da área de saúde tem evoluído para um desfinanciamento que põe em risco parte das conquistas e avanços aportados à sociedade brasileira. Continue lendo...

Dolutergravir: medicamento inovador contra Aids agora no SUS

Ministério da Saúde amplia oferta do tratamento para aids com medicamento inovador

Todas as pessoas que vivem com HIV e Aids no Brasil terão acesso ao dolutergravir, medicamento mais moderno e eficaz contra a doença.

Atualmente, o Dolutegravir é usado por 100 mil pessoas, mas com a expansão do tratamento no SUS, mais de 300 mil pessoas vivendo com HIV e Aids, terão acesso ao medicamento até o final de 2018 [assim esperamos].

Sobre o dolutergravir
O aumento da oferta é mais um resultado do compromisso de otimizar os recursos. Considerado um dos melhores tratamento para a aids do mundo, o medicamento apresenta uma série de vantagens como:

alta potência; nível muito baixo de eventos adversos; comodidade para o paciente (uma vez ao dia); tratamento eficaz por mais tempo e menor resistência. 
A incorporação do Dolutegravir não altera o orçamento atual do Ministério da Saúde para a aquisição de antirretrovirais, que é de R$ 1,1 bilhão.

“Essa ampliação decorre dessa nossa prática de economizar…

Ministério da Saúde lança o Código do SUS

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, apresenta, nesta quarta-feira (27), o Código do Sistema Único de Saúde (Código do SUS) que visa sistematizar as normas em vigor do SUS para melhorar a gestão e o controle social.

Participam da apresentação a coordenadora do Programa de Direito Sanitário (PRODISA) da Fiocruz, Maria Célia Delduque, e o professor da Faculdade de Direito da UnB, Márcio Iorio Aranha.

A cerimônia será transmitida, ao vivo, pelo Twitter do Ministério da Saúde.

Data: 27 de setembro (quarta-feira).
Horário: 10h
Local: Campus Darcy Ribeiro da Universidade de Brasília – Faculdade de Direito – Auditório Joaquim Nabuco

Terapias Alternativas serão oferecidas pelo SUS

Imagem
Terapias alternativas como meditação, arteterapia e reiki agora fazem parte dos procedimentos oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS)

Segundo o Ministério da Saúde, estas práticas integram “ações de promoção e prevenção em saúde”, definidas pela Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC) em 2006.

Por meio Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares, o Ministério da Saúde reconhece oficialmente a importância das manifestações populares em saúde e a chamada medicina não convencional, considerada como prática voltada à saúde e ao equilíbrio vital do homem. Os serviços são oferecidos por iniciativa local, mas recebem financiamento do Ministério da Saúde por meio do Piso de Atenção Básica (PAB) de cada município.


“O campo das práticas integrativas e complementares contempla sistemas médicos complexos e recursos terapêuticos, os quais são também denominados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) de medicina tradicional e complementar”, diz nota…

Do MS: Saúde lista 52 itens importados para parcerias internacionais

Imagem
O Ministério da Saúde divulgou os 52 produtos importados considerados estratégicos para o Sistema Único de Saúde (SUS) que poderão passar a ser produzidos por laboratórios públicos brasileiros.

A partir da lista, os laboratórios nacionais deverão apresentar ao ministério propostas de parcerias para desenvolvimento dos itens.

Para a escolha dos produtos, o governo considerou critérios como: produtos negligenciados, alta tecnologia, medicamentos de alto custo e produtos mais judicializados. Também foi levado em consideração o atendimento às plataformas que estão inseridas na política de incentivo ao Complexo Industrial da Saúde - biotecnologia, doenças raras, fitoterápicos, doenças negligenciadas, hemoderivados, medicina nuclear e síntese química.

Medicamentos caros que constam na lista
Dois dos medicamentos mais caros para o SUS estão na lista: o Sofosbuvir, utilizado para tratamento de Hepatite C; e o Eculizumabe, indicado para insuficiência renal. Juntos, eles demandam cerca de R$ …

Vacina HPV em meninos, pelo SUS

Imagem
Vacina contra HPV começa a ser distribuída para meninos a partir deste ano

A partir deste mês (janeiro/2017), a rede pública de saúde (SUS) vai passar a oferecer a vacina contra o HPV para meninos de 12 a 13 anos como parte do Calendário Nacional de Vacinação. A faixa etária, de acordo com o Ministério da Saúde, será ampliada gradativamente até 2020, período em que serão incluídos meninos de 9 a 13 anos.



A expectativa da pasta é imunizar mais de 3,6 milhões de meninos este ano, além de 99,5 mil crianças e jovens de 9 a 26 anos que vivem com HIV/aids no Brasil. Serão adquiriras, ao todo, 6 milhões de doses ao custo de R$ 288,4 milhões.

De acordo com o governo federal, o Brasil é o primeiro país da América Latina e o sétimo no mundo a oferecer a vacina contra o HPV para meninos em programas nacionais de imunização. Estados Unidos, Austrália, Áustria, Israel, Porto Rico e Panamá já fazem a distribuição da dose para adolescentes do sexo masculino.

Duas doses de vacina HPV
O esquema vacina…

SOS Saúde: Canal de manifestações e protestos em saúde

Imagem
Desde o dia 3 de junho, está no ar a página www.sossaude.org.br - que servirá de espaço para compartilhar relatos de usuários e profissionais do sistema público de saúde.

Através da página, experiências serão postadas por meio de textos, fotos e vídeos no link “envie seu depoimento”, que levará o internauta para a página SOS SUS do facebook. O perfil já traz várias histórias, como a de uma médica do sistema municipal de saúde de São Paulo que recebe o salário líquido de R$ 1.644 por uma jornada semanal de 24 horas; e a de outro médico que mostra fotos da Unidade Básica de Saúde onde atua, na cidade fluminense de Itaipuaçu-Maricá, com mofo e infiltrações nas paredes.

Artigo arquivado nas categorias: SUS, Saúde, Ministério da Saúde.
O canal estará aberto para que as manifestações desta quarta-feira (3) em todo o país sejam postadas. Médicos, acadêmicos e a sociedade em geral protestam contra o baixo investimento do governo brasileiro na saúde pública, a importação de médicos estrangeiro…

Mais médicos residentes no SUS

E como a esperança é a última que morre vou dar a notícia...

SUS contará com 129% mais médicos residentes em 2013
Haverá também mais 1.270 vagas em residência multiprofissional

O número de bolsas de residência médica financiadas pelo Programa Nacional de Apoio à Formação de Médicos Especialistas em Áreas Estratégicas (Pró-Residência) aumentou 129% em 2013, segundo o Ministério da Saúde.



Para alinhar a formação de médicos especialistas às necessidades do Sistema Único de Saúde (SUS), serão custeadas 1.623 novas bolsas de residência médica em 19 especialidades prioritárias, a serem cursadas.

Assim, o número total de bolsas financiadas pelo Ministério da Saúde passa de 1.258 (2012) para 2.881 (2013). E a quantidade de bolsas de residência multiprofissional, que abrange as demais áreas da saúde, passou de 843 (2012) para 2.104 (2013).

Serão aplicados R$ 82,7 milhões este ano, sendo R$ 46,4 milhões para as novas bolsas de residência médica e R$ 36,3 milhões para as de residência multipro…

Saúde do homem terá incentivo de R$ 4,8 milhões

Incentivo faz parte da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem

As ações de cuidado e prevenção da saúde do homem terão R$ 4,8 milhões do Ministério da Saúde, em parcela única, para projetos de implantação, fortalecimento ou aperfeiçoamento de ferramentas voltadas para a saúde do homem, no âmbito da rede do Sistema Único de Saúde (SUS). O valor destinado para cada projeto é de R$ 60 mil.



 “É uma grande oportunidade para que pequenos e médios municípios brasileiros possam ser contemplados, desenvolvam ações positivas e integrem os homens na lógica dos serviços ofertados pela Rede de Atenção à Saúde, principalmente na atenção básica", disse o coordenador da Saúde do Homem, Eduardo Chakora.
De acordo com a portaria 2.566, do último dia 9, os municípios interessados devem elaborar as propostas para o público masculino, na faixa etária de 20 a 59 anos, abordando temas relativos às seguintes áreas: acesso e acolhimento do público masculino nos serviços de saúde; paternid…

Tratar de câncer no SUS e no Sírio Libanês: carta de Antonio Luís Cesarino de M Navarro

Imagem
Carta de Antonio Luís Cesarino de Moraes Navarro sobre os movimentos no Twitter com relação ao tratamento de câncer de laringe do ex-Presidente Lula: "força-Lula" X "Lula deveria se tratar no SUS".

Leia e forme sua opinião.


O conteúdo do www.saudecomciencia.com é informativo e educativo. Não exclui consulta com profissional habilitado.

Teste rápido para sífilis

SUS vai oferecer teste rápido para sífilis

Brasília - O Sistema Único de Saúde (SUS) vai oferecer teste rápido de triagem para diagnóstico de sífilis. A iniciativa é parte das ações do Dia Nacional de Combate à Sífilis, lembrado sempre no terceiro sábado do mês de outubro.

De acordo com o Ministério da Saúde, até o fim de 2011 o governo vai comprar 392 mil kits para testagem na rede pública de saúde.

O Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais da Secretaria de Vigilância em Saúde capacitou 350 multiplicadores para treinar profissionais de saúde para implantar a testagem rápida. Até o final do ano, 680 técnicos estarão capacitados a orientar sobre como realizar o exame, de acordo com o ministério.

Um dos públicos alvo da iniciativa são as gestantes, grupo que registra índices altos de contaminação pela doença. No Brasil, a prevalência de sífilis em parturientes é cerca de quatro vezes maior que a prevalência da infecção pelo HIV.

De 2005 a 2010, o Ministério da Saúde registrou 29,5 …

SUS deverá ter atendimento exclusivo para mulheres

Imagem
Projeto obriga SUS a oferecer unidades de atendimento exclusivo a mulheres

A Câmara analisa o Projeto de Lei 730/11, da deputada Gorete Pereira (PR-CE), que obriga o SUS a criar unidades de saúde de atendimento exclusivo a mulheres, na proporção de uma para cada 100 mil habitantes.

"Gorete Pereira defende o atendimento especializado em todas as regiões do País."

A autora destaca que há defasagem entre a oferta e a demanda de serviços. “Estudos mostram que, até 2015, 30 brasileiras por dia serão vítimas de câncer de mama. É absolutamente necessário investir na democratização da saúde feminina, com garantia de atendimento especializado em todas as regiões do País”, argumenta.



Segundo Gorete Pereira, a proposta poderia ser viabilizada por meio de parceria entre municípios (com a doação de terrenos), dos estados (construção das unidades) e da União (equipamentos, suporte técnico e financiamento).

“Municípios com mais de 100 mil habitantes ou mesmo consórcios de municípios com es…

Lista com 71 fitoterapicos - SUS

Aqui você encontra: lista com 71 plantas medicinais; trecho do Jornal nacional de 16.03.09


Governo divulga lista com 71 fioterápicos que estão sendo estudados pelo Ministério da Saúde e que podem ser disponibilizadas pelo SUS à toda população.




Trecho do Jornal Nacional de 16.03.09

(...)o Ministério da Saúde anunciou uma lista com 71 nomes de plantas de interesse terapêutico. Isso significa que, se forem desenvolvidos medicamentos fitoterápicos a base de plantas, o SUS pode disponibilizá-los para a população.“Nós chegamos a esse número, 71, na realidade, é para tentar focar um pouquinho mais as pesquisas, concentrar as pesquisas nessas plantas”, afirma Kátia Torres, técnica do Departamento de Assistência Farmacêutica do Ministério da Saúde.A estimativa é de que 2 mil plantas brasileiras sejam usadas como remédios naturais pela população.(...)

Confira a lista com as 71 plantas estudadas pelo Ministério da Saúde.

Leia tudo o que já foi escrito sobre FITOTERÁPICOS!

Mais Fitoterápicos no SUS

Aqui você encontra informações sobre fitoterápicos no SUS

De acordo com o governo, ao menos 200 espécies nativas podem ser utilizadas como Fitoterápicos no SUS. A redução dos gastos pode chegar a até 80% em relação à compra de medicamentos comuns, de acordo com a supervisora do programa.


O governo federal vai ampliar a oferta de plantas medicinais e fitoterápicos na rede pública. Em dois anos, o número de prefeituras que disponibilizam os produtos pelo SUS (Sistema Único de Saúde) subiu de 116 para 350, chegando a 6,3% dos municípios em 2008.

A ideia agora é ampliar o número de cidades e a variedade de substâncias disponíveis. Matéria de Angela Pinho, da Sucursal de Brasília e Matheus Pichonelli, da Agência Folha.

Em dezembro de 2008, foi aprovado o programa nacional de plantas medicinais e fitoterápicos, coordenado pelo Ministério da Saúde. Ele prevê a destinação de verbas para o setor e a ampliação da lista de produtos que poderão ser pagos com recursos federais.

O governo estima q…