Postagens

Mostrando postagens com o rótulo analgésicos opioides

Trump quer acabar com epidemia de opioides nos EUA

Imagem
Trump declara crise de opioides 'emergência de saúde pública'

Do UOL

O presidente Donald Trump declarou, nesta quinta-feira, a crise dos opioides [analgésicos opioides] nos Estados Unidos uma emergência nacional de saúde pública, e prometeu intensificar a luta contra essa epidemia, que mata mais de 150 americanos todos o...
Ler notícia completa

Ativos buprenorfina e lurasidona são atualizados na lista de controlados Anvisa

Imagem
Anvisa atualiza lista de substâncias controladas.

Norma da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), publicada nesta quinta-feira (17/8), alterou o tipo de receita médica exigida para a compra de dois medicamentos (ou fármacos para a fabricação destes) de uso controlado, a buprenorfina (na forma de adesivo) e a lurasidona.

Buprenorfina
Dentro de 30 dias, a compra dos medicamentos contendo a substância buprenorfina na forma de adesivos com matriz transdérmica será feita por meio de receita de controle especial em duas vias, não mais com a receita amarela (ou notificação A), que só pode ser impressa por autoridades sanitárias.

A decisão da Agência se deve em razão das características e das tecnologias farmacêuticas do produto. Também foram considerados dados de monitoramento da segurança de uso desse tipo de medicamento no Brasil.

 As vendas de medicamentos contendo buprenorfina na forma de adesivos continuarão a ser registradas no sistema eletrônico de controle de medicamentos…

Analgésicos opioides na gravidez elevam risco de malformação do bebê

Uso de analgésico opioide na gravidez eleva risco de malformação, alertam EUA.

O consumo de analgésicos opioides, também conhecidos como analgésicos narcóticos, como codeína, oxicodona ou hidrocodona, pouco antes do início da gestação ou no seu começo, aumenta em duas vezes o risco de que o bebê nasça com algum tipo de malformação congênita.



As principais malformações devidas ao uso de analgésicos opioides na gravidez são:
problemas cardíacos, espinha bífida, hidrocefalia (água no cérebro), glaucoma congênito grastroesquise (quando a parede abdominal apresenta uma abertura pela qual os intestinos e o estômago podem sair).

O alerta foi feito pelo Centro para o Controle e Prevenção de Doenças (CDC), nos EUA, que estudou essas medicações. Os resultados serão publicados no American Journal of Obstetrics and Gynecology.

A advertência nos Estados Unidos se estende a analgésicos que precisam de prescrição médica como o Vicodin, OxyContin e Tylenol-3, bem como a uma variedade de versões genéri…