Postagens

Mostrando postagens com o rótulo antibióticos

Dragão de Komodo e formiga podem "gerar" novos antibióticos

Imagem
Sempre procuro trazer matérias que falam da importância em tentar preservar a ação dos antibióticos sobre as bactérias com o uso correto desses medicamentos. Essa é uma das minhas metas como profissional de saúde. Hoje, a matéria será em cima de um excelente texto da BBC. Acompanhe...

Por Renata Fraia

Quase que ao mesmo tempo que descobriu a penicilina (o primeiro antibiótico), Alexander Fleming  advertiu que as bactérias poderiam se tornar resistentes aos medicamentos. Ora, seres vivos são mutáveis e costumam usar essa arma inteligente que a natureza os deu para continuarem vivos ou pelo menos gerarem filhos que consigam continuar.


Só que o mundo, incluindo a comunidade médica, parece não ter ouvido (ou assimilado e entendido) o que ele disse e o excesso de prescrição de antibióticos -- até para prevenir infecções, o que é um absurdo -- fez com que muitas das bactérias se tornassem resistentes a eles. Péssimo pra todo mundo!

Isso fez com que os cientistas busquem mais e mais substânci…

Farmacopeias unidas contra resistência antimicrobiana

Imagem
Declaração foi firmada por 12 farmacopeias mundiais em encontro internacional organizado pela OMS em parceria com a Anvisa.

Uma declaração que expressa o comprometimento de farmacopeias mundiais com a Saúde Pública e a luta contra a Resistência Antimicrobiana (RAM).

Este foi o documento produzido no 8º Encontro Internacional das Farmacopeias Mundiais, ou 8th International Meeting of World Pharmacopeias.


A declaração foi assinada pelos representantes de doze farmacopeias mundiais: Americana, Brasileira, Britânica, Chinesa, Coreana, Europeia, Indiana, Internacional, Japonesa, Mexicana, Turca e Vietnamita.

O fórum, organizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em parceria com a Anvisa, teve por objetivo a convergência regulatória entre as farmacopeias internacionais.

Durante o evento, as farmacopeias participantes discutiram sobre a importante contribuição que os padrões públicos de controle de qualidade podem desempenhar na luta contra a RAM.

Acesse a Declaração em português ou ace…

O mundo está sem antibióticos para bactérias resistentes, diz OMS

Imagem
Mundo está ficando sem antibióticos eficazes para tratar infecções, confirma relatório da Organização Mundial da Saúde

Um novo relatório publicado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta terça-feira (19) – Antibacterial agents in clinical development - an analysis of the antibacterial clinical development pipeline, including Mycobacterium tuberculosis – mostra uma séria falta de novos antibióticos em desenvolvimento para combater a crescente ameaça da resistência antimicrobiana.

Mundo sem antibióticos para bactérias resistentes

Tuberculose multidroga resistente
A maioria das drogas que atualmente se encontram em etapa de desenvolvimento para uso clínico são modificações de classes de antibióticos existentes [ler: Super Vancomicina: mil vezes mais forte], ou seja, que podem significar soluções adequadas a curto prazo.

O relatório encontrou poucas opções de potenciais tratamentos para infecções resistentes a antibióticos identificadas pela OMS como a maior ameaça à saúde, entre elas…

Super Vancomicina: Antibiótico conhecido fica mil vezes mais forte

Imagem
Pesquisadores "turbinam" antibiótico, que fica mil vezes mais forte -- nascendo a super vancomicina

É fato. Com o uso inadequado dos antibióticos, as bactérias se tornam resistentes. Um exemplo é quando o médico prescreve um antibiótico quando não há uma infecção para "prevenir" que ela aconteça, ou quando uma pessoa toma o medicamento por conta própria. Parar o tratamento antes da hora, ou seja, deixar de tomar o antibiótico antes do tempo indicado pelo médico também deixa a bactéria mais resistente.


A produção de alimentos (principalmente cárneos) também usa antibióticos para evitar doenças nos animais. Assim, as bactérias que os antibióticos deveriam matar, se adaptam a eles. [Para entender melhor leia: Uso indiscriminado de antibióticos aumenta risco de casos de superbactéria]

Infelizmente, isso se tornou algo tão corriqueiro que faz com que os cientistas conscientes do fato busquem novos agentes antimicrobianos (que matam as bactérias).



Mas a importância de uma…

Lista de Medicamentos Essenciais da OMS é atualizada

Imagem
Novas recomendações sobre quais antibióticos usar para infecções comuns e quais preservar para situações mais graves estão entre os acréscimos à Lista Modelo de Medicamentos Essenciais da Organização Mundial de Saúde (OMS) para 2017.

Também foram adicionados medicamentos para o HIV, hepatite C, tuberculose e leucemia.


A Lista de Medicamentos Essenciais da OMS (LME) é utilizada por muitos países para aumentar o acesso aos medicamentos e orientar decisões sobre quais produtos eles garantem que estão disponíveis para suas populações.

Medicamentos seguros e eficazes são uma parte essencial de qualquer sistema de saúde”, disse Marie-Paule Kieny, subdiretora Geral de Sistemas de Saúde e Inovação da OMS. “Certificar-se de que todas as pessoas possam ter acesso aos remédios que precisam, quando e onde precisam, é vital para o progresso dos países em direção à cobertura de saúde universal”.

Nova recomendação: 3 categorias de antibióticos
Na maior revisão da seção de antibióticos nos 40 anos …

Lista de bactérias OMS: novos antibióticos URGENTE!

Imagem
OMS publica lista de bactérias para as quais se necessitam novos antibióticos urgentemente

A Organização Mundial da Saúde publicou nesta segunda-feira (27) sua primeira lista de “agentes patogênicos prioritários” resistentes aos antibióticos – um catálogo de 12 famílias de bactérias que representam a maior ameaça para a saúde humana.

A lista de bactérias OMS foi elaborada numa tentativa de orientar e promover a pesquisa e desenvolvimento (P&D) de novos antibióticos, como parte dos esforços da OMS para enfrentar a crescente resistência global aos medicamentos antimicrobianos.


A lista destaca, em particular, a ameaça de bactérias gram-negativas resistentes a múltiplos antibióticos. Essas bactérias têm capacidades inatas de encontrar novas formas de resistir ao tratamento e podem transmitir material genético que permite a outras bactérias se tornarem também resistentes aos fármacos.

“A resistência aos antibióticos está crescendo, e estamos ficando sem opções de tratamento. Se deixarmo…

Doxiciclina para Parkinson: Antibiótico para espinhas graves pode tratar a doença, diz estudo

Imagem
Cientistas descobrem por engano que antibiótico antigo, pode tratar Parkinson

Uma descoberta que pode revolucionar o tratamento do Mal de Parkinson está a caminho. Na verdade, seria uma redescoberta, já que o medicamento já existe. Trata-se de um antibiótico para tratar espinhas graves. É isso mesmo, usar a doxiciclina para parkinson, poderá ser uma realidade em menos de 10 anos.


Por quê? Porque a descoberta envolve um medicamento antimicrobiano que já é usado, ou seja, a etapa dos "testes em humanos" -- mais especificamente os testes de toxicidade -- não será necessária.

Como se deu a descoberta para o uso da doxiciclina para Parkinson?
Os cientistas estavam tentando induzir a doença (Mal de Parkinson) em ratos e segundo os cientistas:

“Para nossa surpresa, dos 40 animais que receberam a 6-OHDA (droga para provocar a doença), apenas 2 desenvolveram sintomas de parkinsonismo, enquanto os restantes permaneceram saudáveis“, explica o cientista.“Uma técnica do laboratório percebeu…

Abuso de antibióticos leva ao aparecimento de superbactérias

Imagem
Muito antes de me tornar profissional da Saúde, presenciava, incrédula, as inúmeras prescrições de antibióticos sem que houvesse absoluta necessidade para tal.

Os antibióticos, como o próprio nome diz: anti-bio (anti-vida), se prestam a matar formas de vida, ou seja micro-organismos invasores. Ora, para isso é preciso que haja uma bactéria invasora. Mas o que eu via era, citando como exemplo, a seguinte situação:


1) O paciente vai ao médico - geralmente ao pronto-socorro - e relata estar sentindo dores na região da garganta, o médico - quando o faz - examina o paciente e vê uma simples inflamação (região vermelha, levemente inchada e quente).

2) Prescreve, via injetável ou oral, um antibiótico. Isso está errado.


QUANDO PRESCREVER UM ANTIBIÓTICO
Para se prescrever um antibiótico é necessário que na anamnese o médico verifique os sintomas:

- febre de no mínimo 38º (o que significa que há uma infecção)
- pontos brancos (pus) na garganta
- que ao apalpar os linfonodos da região da gargant…

Usar antibióticos em animais ameaça a saúde humana, saiba por que

Imagem
Entenda por que usar antibióticos em animais em excessivo pode ameaçar a saúde humana.

Fazendeiros e criadores precisam de animais para alimentação humana precisam cortar drasticamente o uso de antibióticos em animais, porque essa atividade está se tornando uma ameaça à saúde humana, segundo um relatório publicado no periódico Review on Antimicrobial Resistance.


Muitas vezes o uso de antibióticos em animais é feito exclusivamente para fazer com que estes animais cresçam mais rápido. O resultado são bactérias cada vez mais resistentes a antibióticos. O uso abusivo destas substâncias tem feito com que algumas doenças sejam atualmente quase impossíveis de serem combatidas.

O relatório científico ainda indica novos parâmetros para o uso de antibióticos em animais.


► Leia também: Semana Mundial para o Bom Uso dos Antibióticos - OMS.

Era pós-antibióticos
A administração excessiva destes medicamentos na criação de animais ganharam novo destaque no mês passado, quando, na China, pesquisadores a…

Semana Mundial para o Bom Uso dos Antibióticos - OMS

Imagem
OMS inicia a Semana Mundial para o Bom Uso dos Antibióticos. Aumento da resistência aos antibióticos é perigo para a saúde mundial, diz OMS.

O aumento da resistência aos antibióticos representa “um imenso perigo para a saúde mundial”, informou a diretora-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Margaret Chan, na apresentação da primeira pesquisa sobre o tema...

As expressões "uso indiscriminado de antibióticos" e "abuso de antibióticos" são recorrentes aqui no site Saúde com Ciência. Isso porque eu, Renata Fraia, que sou farmacêutica acho um absurdo sem nenhum fundamento ou embasamento a prescrição de antibióticos (antimicrobianos) sem que se haja uma infecção instalada ou - pior - para prevenir infecções. É lamentável que alguns médicos, médicos veterinários e dentistas ajam assim. Essa prática apenas é indicada após a realização de cirurgias, em que a administração de antibióticos é, em geral, obrigatória, mas isso porque o organismo ficou exposto a possíveis …

Uso indiscriminado de antibióticos aumenta risco de casos de superbactéria, diz infectologista

Recordo-me de já ter escrito AQUI que o uso indiscriminado de antibióticos, ou seja, prescrever muitos antibióticos sem que haja de fato uma infecção - ou seja, com a clara pretensão de PREVENIR uma infecção - é uma prática infundada, completamente sem sentido e (pior) muito perigosa.

E não é preciso ser farmacêutico ou médico para chegar a esta conclusão. Se uma bactéria resistente a determinados antibióticos se reproduzir, gerará bactérias 'filhas' igualmente resistentes e, se você for contaminado com essa bactéria, as chances de ter menos antibióticos que combatam essas bactérias será muito alta.

Com o tempo, não haverá "quem segure" tais bactérias (usei, propositalmente, uma expressão que todo mundo é capaz de entender).

O que escrevi acima lhe parece óbvio? Infelizmente, não é assim para muitos médicos, dentistas e veterinários que continuam prescrevendo antibióticos sem necessidade.

E se alguém 'ainda' não se convenceu da minha palavra, deverá ler o um i…

Antibióticos com retenção de receita (RDC 20/2011)

Este artigo trata da RDC Nº 20, DE 5 DE MAIO DE 2.011, que regula a venda de antibióticos com retenção de receita médica pelas farmácias e drogarias.

Veja, abaixo, um resumo da RDC 20 e seus pontos principais e de interesse à população e aos profissionais de saúde (médicos e farmacêuticos), esses últimos devem orientar os balconistas, os quais devem fazer a venda em presença dos farmacêuticos.



O QUE MUDA COM A NOVA RESOLUÇÃO - RDC Nº 20, DE 5 DE MAIO DE 2.011

No último dia 09 de maio, a ANVISA fez publicar no Diário Oficial da União, a RDC 20/2011, que dispõe sobre o controle de medicamentos à base de substâncias classificadas como antimicrobianos, de uso sob prescrição, isoladas ou em associação.

Esta resolução, pelo seu artigo 26, revoga a RDC nº 44, de 26 de outubro de 2010, publicada no DOU de 28 de outubro de 2010, Seção 1, pág. 76, RDC nº 61, de 17 de dezembro de 2010, publicada no DOU de 22 de dezembro de 2010, Seção 1, pág. 94, e RDC nº 17, de 15 de abril de 2011, publicada …

Receita antibióticos ficará retida na farmácia

O anúncio pela Anvisa de que antibióticos passariam a ser vendidos apenas com receita médica (a qual ficaria retida pela farmácia/drogaria) estava para sair a qualquer momento como o SaúdecomCiência já havia comentado em "Antibióticos vendidos com retenção de receita".

O anúncio oficial foi dado ontem (28.10) pela Anvisa que publicou parte da Resolução (RDC Nº 44, DE 26 DE OUTUBRO DE 2010) abaixo:



"Os antibióticos vendidos nas farmácias e drogarias do país só poderão ser entregues ao consumidor mediante receita de controle especial em duas vias. A primeira via ficará retida no estabelecimento farmacêutico e a segunda deverá ser devolvida ao paciente com carimbo para comprovar o atendimento. A determinação da Anvisa será publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (28/10).

A retenção das receitas dos antibióticos será obrigatória a partir de 28 de novembro de 2010. A partir deste dia, os prescritores devem atentar para a necessidade de entregar, de forma legí…

Antibióticos vendidos com retenção de receita

A venda de antibióticos deve passar a ter normas mais rígidas. A Anvisa deve anunciar em breve novas normas de comercialização de antibióticos para evitar o uso indiscriminado de medicamentos antimicrobianos.

Uma das medidas é passar a ser obrigatória a dispensação dos medicamentos pelas farmácias e drogarias apenas com apresentação de receita médica de controle especial, em duas vias, sendo que uma delas deverá ser retida pela drogaria ou farmácia.



Sendo assim, o acesso a antibióticos seria mais restrito e os antibióticos passariam à lista de medicamentos com controle especial.

Esta e outras medidas, que ainda serão anunciadas, visam a contenção do avanço do desenvolvimento de bactérias multirresistentes a antibióticos (conhecidas popularmente como superbactérias) como a KPC, que está invadindo hospitais brasileiros.

SaúdecomCiência apoia esta medida.
Para saber mais...
Ministro da saúde liga uso indiscriminado de antibióticos a superbactérias
Abuso de antibióticos leva à resistência …

Ministro da saúde liga uso indiscriminado de antibióticos a infecções por superbactérias

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, disse nesta terça-feira (19/10) que o consumo irresponsável de antibióticos leva a problemas como a da superbactéria KPC, resistente a quase todos os antibióticos disponíveis, que causou ao menos 15 mortes no Brasil. Para ele, problemas internos nos hospitais também contribuem para a disseminação do micróbio, que já infectou hospitais do Distrito Federal e de São Paulo.

– O autoconsumo, o consumo irresponsável, a má prescrição [de antibióticos] é que levam a situações como essa.

(...)

Os antibióticos têm influência no processo de seleção natural das bactérias, favorecendo as que são mais resistentes.


A preocupação com o uso indiscriminado de antibióticos é tão grande que a Anvisa (Agência de Vigilância Sanitária) realizou em junho deste ano uma consulta pública para mudar as regras de venda desses medicamentos, controlando sua comercialização. O resultado desse processo, que deve dificultar o comércio de antibióticos.

Esses remédios devem pass…

Bactéria super resistente alarma Inglaterra

Enterobactérias gram-negativas (E.Coli) com resistência a qualquer antibiótico foram encontradas na Inglaterra, Índia e Paquistão. Uma enzima presente na bactéria, a metalo-β-lactamase (NDM-1) é superresistente e está preocupando autoridades mundiais.

O uso indiscriminado de antibióticos torna as bactérias resistentes.

O conteúdo do www.saudecomciencia.com é informativo e educativo. Não exclui consulta com profissional habilitado.