Postagens

Mostrando postagens com o rótulo aspirina

Jejum para exames de sangue - Tire dúvidas

Imagem
Tire todas as dúvidas com relação ao jejum para os exames de sangue e outros exames laboratoriais.

Muita gente pensa que o jejum é obrigatório antes de fazer qualquer exame de sangue, mas isso não é verdade. Alguns exames não precisam de jejum, mas para os exames que necessitam que o paciente fique sem comer o tempo recomendado deve ser respeitado para o correto diagnóstico. Veja perguntas e respostas mais comuns com relação ao tempo de jejum para exames diversos.

>> Jejum para tratar parkinson
>>Fim do jejum para exame de sangue

Devo estar em jejum para fazer qualquer tipo de exame de sangue?

Não. A maioria dos exames não necessita de jejum. Entretanto, alguns exames precisam de jejum por tempos diferentes. Os exames mais comuns que necessitam que você esteja sem se alimentar são: Glicose, Insulina, exames de função hepática, Colesterol, Triglicérides e Ferro, principalmente.

Quanto tempo de jejum é preciso estar para os exames de sangue mais comuns?
Cada exame pode ter um te…

Aspirina em excesso e perda de visão

Imagem
Probabilidade de adquirir problemas de visão aumenta em duas vezes com a ingestão em excesso de aspirina.

Em trabalho publicado na revista científica Journal of the American Medical Association (JAMA), um estudo de mais de 20 anos diz que o uso regular de aspirinas pode causar degeneração macular - um transtorno que pode causa perda de visão e é vinculado à idade,



A notícia foi publicada pelo site do Estadão e creditada à BBC Brasil.

Realizada com quase cinco mil participantes, a pesquisa, realizada pela School of Medicine and Public Heath (Escola de Medicina e Saúde Pública) da Universidade de Wisconsin, mostrou que o risco de desenvolver a doença é duas vezes maior em quem toma aspirinas por duas vezes por semana por mais de três meses.

O aumento foi relacionado a forma "úmida" da degeneração macular, que é mais grave e provoca vazamento de fluídos e pode levar à cegueira. Não foi detectado nenhum aumento da forma "seca", mais comum, e que apresenta uma visão lev…

75 mg de aspirina reduz mortes por câncer e por qualquer causa

Um estudo realizado na Universidade de Oxford, no Reino Unido concluiu que ingerir diariamente 75 mg de aspirina pode reduzir em 25% os riscos de morte por diversos tipos de câncer e 10% a menos mortes por qualquer causa.

Durante a pesquisa, foram analisados 25 mil pacientes no período de 20 anos e os benefícios da aspirina superaram os riscos de hemorragias e até complicações associadas ao uso do medicamento.

Em 20 anos os voluntários foram analisados pelos especialistas que observaram aqueles que ingeriram durante quatro a oito anos 75mg de aspirina.

Resultados
Ocorreu uma redução de 25% nos riscos de morte por câncer no período avaliado e de 10% nas mortes por qualquer causa, comparados aos que não tomaram o medicamento aspirina.


Segundo os pesquisadores casos de câncer intestinal apresentaram diminuição de 40%, os de pulmão 30%, nos homens houve 10% de redução em casos de câncer de próstata e de 60% para tumores no esôfago.

Entretanto, apesar da notícia promissora, de que o cânce…

Hortelã tem propriedades analgésicas, revelam novos estudos

Imagem
Novo estudo britânico confirma propriedade analgésica de hortelã brasileira

"Uma xícara de chá de um tipo de hortelã tem propriedades analgésicas equivalentes às de alguns remédios vendidos comercialmente, concluiu um estudo feito no Reino Unido por uma pesquisadora brasileira".

A descoberta é a respeito da erva Hyptis crenata, conhecida como hortelã-brava e salva-de-marajó, que é utilizada na medicina popular no Brasil para tratar desde dores de cabeça e estômago até febre e gripe.
A pesquisa foi liderada por uma brasileira, é isso mesmo.

Graciela Rocha, lidera a equipe da Universidade de Newcastle (Inglaterra) fez estudos com ratos e provou que a prática popular do uso da hortelã tem base científica. O resultado foi publicado na revista científica Acta Horticulturae.

Com a intenção de reproduzir os efeitos do tratamento, a equipe pesquisou no Brasil para descobrir como a erva hortelã é preparada tradicionalmente e que quantidades devem ser ingeridas.

A forma mais usual é f…