Postagens

Mostrando postagens com o rótulo cigarro

Sabia que o cigarro destrói o seu coração?

Imagem
Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), o tabaco mata mais de 7 milhões de pessoas todos os anos, sendo a principal causa de morte evitável em todo o mundo

De acordo com a OMS, o tabagismo e o fumo passivo contribuem em cerca de 12% das mortes por doenças cardíacas, fazendo com que o consumo de produtos de tabaco seja a segunda causa de doenças cardiovasculares, após a hipertensão arterial (que também pode ser agravada pelo consumo dos produtos de tabaco).

Não importa qual o tipo de produto consumido: o cigarro, a cigarrilha, o charuto, o fumo para cachimbo e o fumo para narguilé fazem mal à saúde. Além destes citados, o uso de dispositivos eletrônicos para fumar (DEF), como cigarro eletrônico, narguilé eletrônico e vaporizadores também causam mal à saúde. Estudos indicam que o uso de DEF aumenta o risco de contrair doenças cardíacas.

Além disso, a alegação de trazer menos risco à saúde transmite a falsa sensação de segurança, o que pode induzir não fumantes a aderirem ao produ…

O primeiro cigarro da manhã é o mais nocivo

Imagem
Pesquisa indica que o primeiro cigarro da manhã é o mais nocivo.

De acordo com um estudo  publicado na American Cancer Society (cancer.org), o primeiro cigarro da manhã, especialmente se fumado dentro dos primeiros 30 minutos após acordar, aumenta o risco de câncer de pulmão, cabeça e pescoço.

O estudo com cigarros
Foram analisados 4.775 casos de fumantes com câncer de pulmão e 2.835 sem a doença, "observamos que o risco foi quase o dobro de se desenvolver tumores malignos naqueles que fumavam um cigarro durante os primeiros 30 minutos depois de acordar do que nos que fumavam após esse período", diz Joshua Muscat, Faculdade de Medicina da Universidade da Pensilvânia, Hershey (EUA).


A explicação está nos níveis de nicotina que outros estudos já haviam apontado anteriormente, como nesse estudo publicado em 2009 na "Cancer Epidemiology, Biomarkers & Prevention". Não é só o número de cigarros que se fuma por dia e a quantidade de anos que se fumou, a hora do dia em …

Por que cigarro eletrônico é proibido?

Imagem
Proibidos no Brasil desde 2009, os cigarros eletrônicos ou "e-cigarettes" ainda não têm a segurança comprovada para sua utilização. Pesquisas apontam para riscos.

Conhecidos por diversos nomes, dentre eles e-cigarette ou caneta vapor, o cigarro eletrônico surgiu como uma promessa de auxílio para quem deseja parar de fumar [só que não]. O problema é que não existem estudos que comprovem a segurança na utilização do produto.




Em julho de 2017, a Anvisa recebeu um documento de apoio da Associação Médica Brasileira (AMB) e das Sociedades Médicas a ela filiadas à proibição dos Dispositivos de Cigarros Eletrônicos no Brasil.


Entenda por que o cigarro eletrônico foi proibido
O texto aborda quão nocivo pode ser o uso do cigarro eletrônico para a saúde do usuário. A AMB destaca, também, o poder do produto para atrair usuários jovens, instigando o hábito de fumar.

A alegação de trazer menos risco à saúde transmite a falsa sensação de segurança e pode induzir não fumantes a aderirem ao c…

Motivos para proibir aditivos em cigarros são reiterados pela Anvisa

Imagem
Anvisa reitera motivos para proibir aditivos em cigarros

Você sabia que esses aditivos em cigarro têm um único objetivo: disfarçar o sabor do tabaco e, assim, facilitar a iniciação de adolescentes ao tabagismo?

Isso mesmo! O tabaco permanece no cigarro com gosto de menta, canela, e todos os outros sabores.


Esteve na pauta do Supremo Tribunal Federal (STF), nesta quinta (19/10), a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) nº 4874, que questiona a legitimidade da Anvisa para a proibição do uso de aditivos nos produtos fumígenos derivados do tabaco.

Deve-se ressaltar que o que está em debate nesta ADI não é o banimento do cigarro, mas se a Anvisa, no estrito cumprimento de sua função legal, pode proibir que a indústria do tabaco utilize aditivos que têm um único objetivo: disfarçar o sabor do tabaco e, assim, facilitar a iniciação de adolescentes ao tabagismo.

Tais aditivos têm tão somente a função de mascarar sabores, odores e sensações ruins em cigarros e outros produtos fumígenos, co…

OMS x Philip Morris: Saía justa na saúde!

Imagem
Posicionamento da OMS sobre fundação financiada pela Philip Morris para um “mundo livre de tabagismo”

A empresa de tabaco Philip Morris International (PMI) anunciou seu apoio ao estabelecimento de uma nova entidade – a Foundation for a Smoke-Free World (fundação para um mundo livre de tabagismo, em português). A PMI indicou que espera apoiar a iniciativa com aproximadamente US$ 80 milhões por ano nos próximos 12 anos.



A Assembleia Geral da ONU reconheceu um "conflito de interesses fundamental entre a indústria do tabaco e a saúde pública". A Organização Mundial da Saúde (OMS) não se envolve com a indústria do tabaco ou com atores não estatais que trabalham para promover seus interesses, por isso o organismo internacional não se envolverá com esta nova Fundação.

O artigo 5.3 da Convenção-Quadro da OMS para o Controle do Tabaco (CQCT) obriga as Partes a agirem para proteger as políticas de saúde pública dos interesses comerciais e outros interesses da indústria do tabaco, de ac…

Objetivo 3.4: Sem tabaco até 2022! Será?

Imagem
Região das Américas pretende ser livre do consumo de tabaco até 2022

Autoridades de saúde de alto nível de todas as Américas concordaram na quarta-feira (27) em adotar legislação para criar ambientes 100% livres do consumo de tabaco em todos os países da região até 2022.

Essa é uma das medidas que a Organização Mundial da Saúde (OMS) considera mais eficaz para o controle da epidemia de tabagismo e prevenção de doenças associadas.


Números do tabaco
Nas Américas, cerca de 17% da população adulta consome tabaco. O controle do tabagismo é um poderoso instrumento para melhorar a saúde e promover os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), em particular o Objetivo 3.4, que visa reduzir a mortalidade prematura por doenças crônicas não-transmissíveis (DCNT) em um terço até 2030.

Tabaco é fator de risco para várias doenças
O uso de tabaco é um fator de risco importante para essas enfermidades, incluindo as cardiovasculares e respiratórias crônicas, vários tipos de câncer e diabetes. Na r…

#DiaDeCombateAoFUMO: Cigarro eleva riscos de dores nas costas

Imagem
No Brasil, segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), o número de pessoas que fumam chega a quase 32 milhões

Conhecido por ser um dos maiores vilões da saúde, o cigarro também é responsável por aumentar o risco de dores nas costas e doença do disco intervertebral. É o que alerta o fisioterapeuta Helder Montenegro, diretor do Instituto do Tratamento da Coluna Vertebral.


Segundo o fisioterapeuta, as altas chances de um fumante desenvolver complicações na lombar se devem à fumaça do cigarro, que reduz a circulação sanguínea nos platôs (amortecedores naturais) do disco invertebral.

“Essa diminuição dificulta a chegada de nutrientes na região, fazendo com que os discos ressequem e se desgastem”, descreve o especialista.
Esse fator contribui para o surgimento de hérnia de disco, um processo em que o disco intervertebral sofre uma ruptura no anel fibroso. — Com a ruptura e posteriormente a saída do núcleo pulposo, as raízes cervicais que são incumbidas pela inervação de membros superiore…

O que você acha sobre as imagens nas embalagens de cigarro?

Imagem
Dê sua opinião sobre imagens em embalagem de cigarro.

As Consultas 329 e 330/2017 propõem atualizar o regulamento sobre advertências e embalagens de produtos derivados do tabaco. A contribuição é até 26 de maio.

Estão abertas duas Consultas Públicas que têm o objetivo de atualizar o atual regulamento sobre advertências e embalagens de produtos derivados do tabaco, a RDC 335/2003. A Consulta Pública 329/2017 quer saber sua opinião sobre os requisitos propostos pela Anvisa para as embalagens dos produtos derivados do tabaco.


Já a Consulta Pública 330/2017 está aberta a suas críticas e sugestões sobre a proposta de regulamento da Agência sobre regras para comercialização e exposição à venda destes produtos. As contribuições podem ser feitas até o dia 26 de maio por meio de formulário específico disponível no portal da Anvisa.

As Consultas propõem a utilização de 9 novas imagens, que estão sendo apresentadas apenas de forma conceitual, e frases de advertência inovadoras. O intuito é prom…

Da Anvisa: Agência reitera proibição de aditivos para cigarro

Imagem
Aditivos em cigarro: Anvisa reitera motivos para proibição

O Supremo Tribunal Federal (STF) tem na sua pauta de julgamentos a Ação Direta de Inconstitucionalidade, que questiona a legitimidade da Anvisa para a proibição de aditivos para cigarro nos produtos fumígenos derivados do tabaco.


O diretor-presidente da Anvisa, Jarbas Barbosa, e o diretor de Regulação Sanitária e de Autorização e Registro Sanitários, Fernando Mendes, foram ao STF para esclarecer os motivos pelos quais a Agência quer proibir o uso de substâncias que possuam tão somente a função de mascarar sabores, odores e sensações ruins em cigarros e outros produtos fumígenos, com o objetivo de fazer com que os usuários utilizem cada vez mais estes produtos.

“Eu e o diretor Fernando Mendes visitamos vários ministros do STF, desde a semana passada. Estivemos acompanhados pela ministra da Advocacia Geral da União, Dra. Grace Mendonça, e pela equipe que está encarregada da defesa da União. Entregamos aos ministros um memorial c…

Tabagismo: tudo sobre o tabagismo

Imagem
O tabagismo é considerado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) a principal causa de morte evitável em todo o mundo. Sobre o tabagismo A OMS estima que um terço da população mundial adulta (1 bilhão e 200 milhões de pessoas) fumam. Segundo pesquisas cerca de 47% da população masculina e 12% da população feminina no mundo fumam. Já nos países em desenvolvimento, fumam: 48% da população masculina e 7% da população feminina e nos países desenvolvidos a participação das temos: 42% dos homens e 24% das mulheres são tabagistas.
Tabagismo: tudo sobre o tabagismo (o que é tabagismo)
Tabagismo é quando a pessoa é dependente química da nicotina do tabaco, ou seja, é viciada em cigarro.

O total de mortes devido ao uso do tabaco chega a 4,9 milhões de mortes anuais, o que corresponde a mais de 10 mil mortes por dia. Caso as atuais tendências de expansão do seu consumo sejam mantidas, esses números aumentarão para 10 milhões de mortes anuais por volta do ano 2030 (WHO).

De acordo com o oncologis…

Dia mundial de combate ao tabaco. Opinião e Alerta!

"O cigarro é o único produto que se você seguir as instruções do rótulo você morre. Portanto, é um absurdo fumar!"

Com esta frase dita hoje pelo co-apresentador do programa Bem-estar, no dia mundial de combate ao tabaco.

Sinceramente... e embora o Saúde com Ciência seja um blog de saúde, não vou escrever sobre os males que o tabaco faz à saúde. Porque, e sinceramente mais uma vez, todo mundo sabe que fumar faz mal à saúde. Escrever sobre isso é chover no molhado. Vou dar a minha opinião e escrever sobre outro tipo de alerta.



O alerta principal é: Se você fuma e quer prejudicar seu próprio corpo sabe que essa é uma decisão somente sua. Mas se você fuma perto de pessoas que não fumam você está sendo responsável pela saúde (ou pela falta dela) de outras pessoas. Saiba que os fumantes passivos são a pior causa de morte não intencional no mundo. Ou seja, a pessoa não gosta e/ou não quer inalar uma fumaça maléfica (e mal-cheirosa diga-se de passagem), mas adoece por causa do ciga…

Cigarro X Nutrição: Efeitos nocivos do fumo na nutrição

Imagem
O estado nutricional de uma pessoa pode ser gravemente afetado pelo péssimo hábito de fumar,

Cigarro aumenta o colesterol
As concentrações de colesterol no sangue são aumentadas a uma taxa de 0,33 mg/dl para cada cigarro fumado.



Cigarro e as vitaminas
Fumar diminui as concentrações de vitamina C, devido à maior demanda do organismo para neutralizar os radicais livres decorrentes da fumaça do cigarro.O estoque de vitamina B12 é afetado pelo hábito de fumarDiminui os níveis séricos de vitamina B1, vitamina B2 e de vitamina B5 .Promove deficiência de ácido fólico, que se expressa em uma menor concentração de glóbulos vermelhos.Cigarro e os minerais

Aumenta a excreção de cálcio,Diminui a concentração de selênio em sua função antioxidante no organismo.
O cigarro aumenta o gasto energético em repouso

Cigarro e o sabor da comida
Fumar altera o sabor e reduzir a percepção do sabor dos alimentos.

Fonte: Vitonica
Foto: Flickr

Fumar causa obesidade e diabetes

Uma pesquisa recente indicou que "substâncias como alguns produtos químicos encontrados na fumaça do cigarro podem causar alguns casos de diabetes e obesidade".



Um comitê de cientistas nomeados pelo "Programa Nacional de estudos de Toxicologia" nos EUA estudou a relação entre diabetes e obesidade, e produtos químicos como o arsênico, componentes de plásticos, pesticidas e fumaça de cigarro.


Fonte: Agi salute

Fumar 20 cigarros por dia aumenta 4,6 vezes o risco de ataque cardíaco

Pesquisa mundial Interheart avaliou fatores de risco para ataque cardíaco em 27 mil pessoas

SÃO PAULO - A pesquisa mundial Interheart avaliou fatores de risco para ataque cardíaco em mais de 27 mil pessoas e chegou à conclusão de que as chances aumentam até 4,6 vezes para quem fuma mais de 20 cigarros por dia.

Entre os que acendem entre 10 e 19, a probabilidade sobe 2,6 vezes. No caso de quem fuma menos de meio maço diário, o risco é 63% maior.

"As pessoas precisam ter a consciência de que o cigarro deve ser gradativamente extinto, pois fumar causa males à saúde e ao meio ambiente", afirma Silvia Cury Ismael, chefe do Serviço de Psicologia e responsável pelo Programa de Cuidado Integral ao Fumante do Hospital do Coração (Hcor).


"Outro dado importante é que os jovens têm fumado cada vez mais o narguilé, que, por usar fumo perfumado, parece não fazer mal. Mas uma sessão corresponde a cem cigarros em quantidade de nicotina", alerta Silvia.

Fonte: Estadão.com

O conte…

Podemos ser fumantes passivos mesmo sem estar próximos a fumantes

Imagem
Estudos recentes demonstram que a nicotina liberada pelo cigarro de um fumante pode ficar retida nas cortinas, tapetes, roupas ou em qualquer tecido por meses.

Essa nicotina ao entrar em contato com o ácido nitroso do ar (liberado por gás de cozinha, por exemplo), pode ocorrer uma reação química formando-se a substância nitrosamina que é cancerígena.

Portanto, não basta que o fumante fume fora de casa ou num cômodo isolado, pois a nicotida pode ficar em sua roupa ou no ambiente, atingindo outras pessoas que serão os fumantes passivos.

Foto: Flickr

O conteúdo do www.saudecomciencia.com é informativo e educativo. Não exclui consulta com profissional habilitado.