Postagens

Mostrando postagens com o rótulo cirurgias

Cirurgia para emagrecer os dedos dos pés

Imagem
A “nova febre entre as americanas”: a cirurgia para emagrecer os dedos dos pés.

Sim, a neurose americana já se tornou tão específica que, agora, a ordem do dia é dar fim ao “embaraço grave” da largura dos dedos, uma condição conhecida como "toe-besity".

Algumas mulheres chegam até a pensar na remoção de seus dedos mindinhos para caber em sapatos menores...



Segundo informações do programa Good Morning America, da ABC News, em Nova York, quando as pessoas procuram o Dr. Oliver Zong para...

“Fazer uma cirurgia plástica”, elas não estão pensando em remover a gordura da barriga ou das coxas. Zong é um podólogo e uma de suas especialidades é “emagrecer os dedos das pessoas gordas”, prática a qual ele se dedica há mais de dez anos.
Segundo Zong, as primeiras intervenções eram destinadas à retirada de gordura dos pés. Hoje, as pessoas já solicitam também a diminuição da largura de seus dedos. Assim, ele realiza muitas cirurgias para raspar gordura e osso para devolver a autoestima a…

Labioplastia de redução, o que é?

Imagem
Cirurgia de Labioplastia promove o equilíbrio facial e deixa os lábios mais harmoniosos.

Lábios grossos podem ser sinônimo de sensualidade e beleza, mas nem todo mundo gosta de ter um “bocão”. De acordo com o cirurgião plástico Alderson Luiz Pacheco, homens e mulheres reduzem o volume dos lábios por meio da cirurgia plástica para se sentirem melhor e mais belos. “É a labioplastia de redução. Esta cirurgia altera o formato e o volume dos lábios. O objetivo é deixar o rosto harmonioso e os lábios em equilíbrio com o restante do rosto”, afirma.

Labioplastia de redução, o que é?
Pacheco, que é credenciado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), explica que é feita uma incisão na parte interna dos lábios e a porção excedente é retirada por meio de uma cânula com espessura fina. “O paciente é submetido a anestesia local para que o procedimento possa ser realizado. Outra alternativa é fazer o bloqueio do chamado nervo infra-orbitrário, que transmite os estímulos dolorosos na r…

Dicas para enfrentar o pós-operatório de cirurgias plásticas

Imagem
Após passar por uma cirurgia plástica, é essencial que o paciente tenha muita paciência.

Dependendo do procedimento feito, os resultados podem não ser imediatos e, mesmo após o retorno para a sua casa, são necessários cuidados especiais para que o resultado da operação seja o melhor possível e esse período seja menos dolorido.

Ficar com hematomas e com o corpo dolorido e inchado, são acontecimentos que comumente atingem os pacientes que passaram por cirurgias plásticas, assim como recomendações genéricas para praticamente qualquer procedimento, como o repouso por alguns dias e o retorno para consultas pós-operatórias.

Dicas para enfrentar o pós-operatório de cirurgias plásticasCuidados com o pós-operatório de cirurgias plásticas
“Após a operação, o corpo permanece inchado e dolorido durante um tempo, dependendo do procedimento que foi realizado. Para fazer com que o inchaço diminua e esse período se torne mais confortável, além das sessões de drenagem linfática e do uso de malhas de c…

Cirurgia metabólica para tratar diabetes tipo 2

Imagem
CFM aprova cirurgia metabólica como opção para tratar diabetes tipo 2

Do O Globo

O Conselho Federal de Medicina (CFM) reconheceu nesta quinta-feira, dia 7, o uso da cirurgia metabólica como opção terapêutica para determinados pacientes com diabetes tipo 2.

Na resolução divulgada no final desta tarde, fica estabelecido que aqueles portadores da doença que tenham índice de massa corpórea (IMC) entre 30 kg/m2 e 34,9 kg/m2 são elegíveis para esse tipo de cirurgia. No entanto, é preciso que o médico comprove que o paciente não conseguiu controlar a enfermidade com medicamentos.


QUEM PODE FAZER A CIRURGIA METABÓLICA PARA DIABETES TIPO 2?
Pela resoluçao do CFM, além de ter IMC entre 30 kg/m2 e 34,9 kg/m2, os pacientes só poderão fazer esse procedimento se apresentarem as seguintes condições:

- Idade mínima de 30 anos e máxima de 70;

- Diagnóstico definido de diabetes tipo 2 há pelo menos 10 anos;

- Refração comprovada ao tratamento clínico, com remédios;

- Não ter contraindicações para o proc…

900 mil pessoas esperam por cirurgia não urgente no SUS

Um levantamento do Conselho Federal de Medicina foi feito em 16 estados e 10 capitais e concluiu que das 750 mil dessas pessoas aguardavam há mais de 10 anos por procedimento.

Do G1

Os dados coletados para a pesquisa se referem somente a hospitais públicos.
Atualmente, as cirurgias não urgentes mais comuns são da área de ortopedia, oftalmologia, otorrinolaringologia, urologia e cirurgia vascular.

Sendo que, de acordo com o levantamento, a maior fila de espera se concentra em apenas cinco procedimentos:

cirurgias de catarata (113.185),hérnia (95.752), vesícula (90.275),varizes (77.854) eamígdalas ou adenoide (37.776).
Para ler a matéria completa acesse: https://g1.globo.com/bemestar/noticia/mais-de-900-mil-pessoas-esperam-por-cirurgia-nao-urgente-no-sus-diz-cfm.ghtml

Cirurgia de Catarata: facoemulsifição é nova técnica de cirurgias de catarata

Imagem
Dispositivo melhora a precisão e personaliza tanto a cirurgia da catarata a laser como a manual, integrando dados do diagnóstico aos instrumentos cirúrgicos.

A doença ocular que mais cresce no Brasil, por conta do envelhecimento da população, é a catarata, opacificação do cristalino do olho.


Um único tratamento efetivo para catarata, vem ganhando cada vez mais precisão. A última novidade em cirurgia de catarata é um dispositivo que permite a portabilidade dos dados do pré-operatório para os equipamentos do centro cirúrgico. Os resultados das cirurgias feitas pelo especialista com esta tecnologia superaram as expectativas dos pacientes. “Um dia após a operação, todos estavam com a visão completamente nítida, e conseguindo ler as minúsculas letras de bulas sem óculos, inclusive uma paciente que antes da cirurgia tinha um astigmatismo bastante importante”, conta gratificado.

Como funciona a cirurgia de catarata por focoemulsão?
Queiroz Neto explica que isso acontece porque o novo disposit…

Cirurgias plásticas: dicas e riscos para quem irá se submeter a cirurgias plásticas

cirurgia plástica surgiu como uma forma de ajudar pessoas que possuíam defeitos ocasionados por disfunções da gestação, ao longo dos anos a atividade se tornou algo estético, e hoje é o desejo de mais de 80% das pessoas, principalmente mulheres que buscam a forma ideal imposta pela sociedade (Mundo da moda).

De um tempo para cá, tem se visto também homens que não hesitam em conseguir formas cada vez mais acentuadas e perfeitas, uma das cirurgias plásticas mais comuns nos homens, é a abdominoplastia, onde se consegue obter efeitos impressionantes na musculatura do abdômen, outra técnica é a rinoplastia, onde pessoas buscam melhorar a aparência no nariz, algumas por necessidades naturais (dificuldade de respiração, excesso de “carne” e ossos irregulares), já outras pessoas buscam a cirurgia para fins estéticos, a fim de melhorar a estética do nariz (diminuindo, aumentando, tirando relevos e afinando), temos um mau exemplo do uso dessa técnica no astro Mundial Michael Jackson.

Riscos e d…

Cirurgias com robôs: menos agressivas aos pacientes

Inicialmente desenvolvidos nos Estados Unidos com a finalidade de realizar cirurgias à distância nos soldados americanos, os robôs cirúrgicos mostraram um aprimoramento do que era a vídeo-cirurgia, apresentando uma série de vantagens. Assim, as cirurgias com robôs foram introduzidas na medicina cotidiana.

Já muito frequentes internacionalmente, as cirurgias com robôs começam a crescer no cenário nacional. Em 2008, o Brasil contava com apenas um robô cirúrgico; atualmente, o número aumentou para sete e estima-se que, nos próximos dois anos, esse volume cresça ainda mais.

Dr. Ricardo Mingarini Terra, coordenador de cirurgia torácica do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo e presidente do departamento de Cirurgia Torácica da Sociedade Paulista de Pneumologia e Tisiologia (SPPT), é um dos médicos no Brasil que está no início desta tecnologia. Ele conta que os pacientes ficam muito curiosos com a possibilidade de fazerem uma cirurgia robótica.

“Eles acham que é um ‘robô humano’ que…

Patch de silicone atenua cicatrizes

A primeira imagem que nos vem à mente quando pensamos na palavra silicone são os implantes mamários, mas isso muda em uma velocidade interessante. A mais nova invenção da ciência são os patchs de silicone.

A função é brilhante, o patch de silicone pode reduzir as cicatrizes cirúrgicas. Isso é possível devido a três fatores a saber:
Flexibilidade do material;Boa aderência à pele;Menor incidência de reações alérgicas


Na verdade, ele pode aliviar a tensão entre os dois lados da ferida, reduzindo em até seis vezes o tamanho das cicatrizes, de acordo com um estudo publicado na revista Annals of Surgery.

Os primeiros testes em humanos já foram feitos e deram resultados positivos. O patch de silicone foi desenvolvido por pesquisadores da Universidade de Stanford que descobriu que a principal causa da formação de cicatriz é a produção de camadas de colágeno para reparar o tecido perdido por corte.

Depois de retirados os pontos dos dois lados da abertura são submetidos a tensão com a finalidade…