Postagens

Mostrando postagens com o rótulo depressão e ansiedade

Depressão e ansiedade aumentam risco de câncer

Imagem
Pessoas que sofrem de depressão ou ansiedade correm maior risco de morrer de alguns tipos de câncer. Segundo com um estudo publicado nesta quinta-feira na revista científica British Medical Journal (BMJ), pacientes que declararam sofrer problemas psicológicos [saúde mental] eram mais propensos a morrer de câncer de intestino, próstata e pâncreas.

Como foi o estudo que relacionou depressão, ansiedade e câncer?
Para chegar a essa conclusão, pesquisadores da Universidade College London, na Inglaterra, Universidade de Edimburgo, na Escócia e Universidade de Sydney, na Austrália, analisaram dezesseis estudos que realizavam um acompanhamento de uma determinada população por uma dezena de anos, totalizando 163 363 adultos na Inglaterra e em Gales.


O fator desequilíbrio hormonal
A equipe, dirigida por David Batty, epidemiologista da University College de Londres, focou seu estudo nos casos de câncer que dependem dos hormônios ou que estão relacionados ao estilo de vida do paciente.

Vários es…

Depressão é maior causa de emergência em São Paulo

Crises de depressão são casos mais comuns em emergência psiquiátrica de SP

São Paulo – As crises de depressão e ansiedade são os casos mais comuns atendidos no maior pronto-socorro psiquiátrico da capital paulista, o Polo de Atenção Intensiva (PAI) em Saúde Mental, da região norte da cidade.

Um em cada quatro pacientes emergenciais que procuraram o hospital durante o ano passado apresentou diagnóstico de alguma dessas crises.



O balanço dos atendimentos do PAI foi divulgado pela Secretaria da Saúde de São Paulo. De acordo com a secretaria, 20.700 pessoas passaram pela emergência do hospital. Dessas, 5.175 (25%) tinham crise de depressão ou de ansiedade.

Em segundo lugar como a maior causa de atendimento vêm os casos de dependência química, com 13% dos pacientes. Os surtos psicóticos, com 12% dos pacientes atendidos, são a terceira maior causa de atendimento emergencial, seguidos dos transtornos bipolares, com 7%.

De acordo com a gerente médica do PAI, Célia Gallo, a predominância dos c…