Postagens

Mostrando postagens com o rótulo doenças cardíacas

FLEBITE: como se previne?

Imagem
A flebite é um problema é mais comum do que se imagina e pode ser superficial ou profundo. Situação é mais grave em flebites que acometem veias profundas. Mas você sabe como se previne a flebite? Veja abaixo:

COMO SE PREVINE A FLEBITE?

1. Ande mais nas viagens
Cuidado com viagens prolongadas, seja de avião ou carro. De duas em duas horas, movimente-se para melhorar a circulação.

2. Movimente-se mais
No trabalho, ou em casa, não permaneça muito tempo na mesma posição. Movimente as pernas e intercale com a utilização de um apoio para mantê-las elevadas.

3. Hidrate-se com frequência
Lembre-se que hidratação é fundamental porque facilita a desagregação plaquetária e pode evitar a formação de trombos.



4. Vista-se adequadamente
Vista roupas confortáveis, que não apertam, principalmente nos braços e pernas.

5. Elimine fatores de risco
Tente eliminar os fatores de risco, como o tabagismo, sedentarismo, obesidade e faça caminhadas.

6. Evite excesso de sal
O excesso de sódio não é só contraind…

Sabia que o cigarro destrói o seu coração?

Imagem
Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), o tabaco mata mais de 7 milhões de pessoas todos os anos, sendo a principal causa de morte evitável em todo o mundo

De acordo com a OMS, o tabagismo e o fumo passivo contribuem em cerca de 12% das mortes por doenças cardíacas, fazendo com que o consumo de produtos de tabaco seja a segunda causa de doenças cardiovasculares, após a hipertensão arterial (que também pode ser agravada pelo consumo dos produtos de tabaco).

Não importa qual o tipo de produto consumido: o cigarro, a cigarrilha, o charuto, o fumo para cachimbo e o fumo para narguilé fazem mal à saúde. Além destes citados, o uso de dispositivos eletrônicos para fumar (DEF), como cigarro eletrônico, narguilé eletrônico e vaporizadores também causam mal à saúde. Estudos indicam que o uso de DEF aumenta o risco de contrair doenças cardíacas.

Além disso, a alegação de trazer menos risco à saúde transmite a falsa sensação de segurança, o que pode induzir não fumantes a aderirem ao produ…

O que fazer se eu estiver tendo um infarto sozinho

Imagem
Esta é uma pergunta que todos já fizeram a si mesmo em algum dia de suas vidas: "o que fazer se eu estiver tendo um infarto sozinho?"

Ou seja, se eu estiver sozinho em casa e enfartando...

... Primeiro saiba a distinguir um infarte do coração de outros sintomas como um ataque de pânico, por exemplo. Para isso leia: Dor no Peito: causas principais.

Então, se você leu o artigo indicado e acha que está mesmo tendo um infarto do coração e estiver sozinho em casa, faça assim:

O que fazer se eu estiver tendo um infarte sozinho?

1. DURANTE O INFARTO, PARA QUE O RITMO CARDÍACO VOLTE AO NORMAL...
Tente afastar o medo de morrer e concentre-se em respirar da maneira correta e lembre-se que você ainda está vivo. Isso ajuda a controlar o pânico. Então, faça EXATAMENTE ASSIM:

Respire bem fundo e a seguir dê uma tossida igualmente forte.




Vá repetindo isso a cada 2 segundos (conte 1,2 pausadamente), respirando bem fundo e tossindo o mais forte e prolongado que puder, para que o coração bomb…

Problemas cardíacos podem ser emocionais

Imagem
Cerca de 70% dos pacientes que pensam estar doentes do coração estão, na verdade, com problemas emocionais...

Afirma o cardiologista Roque Marcos Savioli: a maioria sofre dos males da vida moderna, depressão ou estresse.

Relatos reais de pacientes que chegam ao consultório com dores no peito e acham que sofrem do coração, mas de fato estão com doenças emocionais estão reunidos no recém lançado livro do cardiogeriatra Roque Marcos Savioli, “Segredos de um Consultório”, pela Edições Loyola [www.loyola.com.br].




Um ex-professor aposentado, que entra em um quadro de demência e não reconhece mais as pessoas; um dono de uma cantina, com problemas do coração e alto grau de estresse; e uma empresária com uma vitoriosa trajetória profissional, mas uma vida pessoal conturbada por casamentos fracassados (seu marido tem compulsão sexual), que sofre de estresse e de colesterol alto e acaba tendo um infarto.

Estes são alguns dos casos contados no livro. E, ainda, um padre que atingiu níveis de estre…

Válvula Melody: como é colocada e como funciona a válvula pulmonar artificial

Imagem
Entenda como é colocada e como funciona a válvula Melody, atualmente implantada no HCor, que é pioneiro no Brasil e na América Latina.

As valvopatias - doenças das válvulas -, são responsáveis por cerca de 30% das cirurgias cardíacas em adultos e por 80% das cirurgias cardíacas em crianças no Brasil.


O que é Válvula Melody
A válvula pulmonar, denominada válvula Melody Transcatheter, desenvolvida na Universidade de Michigan, tem o objetivo de ajudar os pacientes a prevenir ou retardar a necessidade de múltiplas cirurgias de coração aberto.

Válvula Melody como é colocada (implantada)
A válvula Melody Transcatheter é introduzida no coração através de um cateter inserido em uma veia na perna do paciente, que navega através dos vasos sanguíneos até o coração. Uma vez no local, o balão é inflado e implantado a válvula durante o cateterismo cardíaco. Este procedimento é eficaz no tratamento destes pacientes, para preveni-los de várias cirurgias de coração aberto e ajuda-los a ter uma melhor qu…

Síndrome do coração partido (síndrome de Takotsubo)

Imagem
Tristeza profunda e traumas podem levar à paralisação de uma ponta do coração conhecida como Síndrome do coração partido ou síndrome de Takotsubo.

Receber uma notícia ruim inesperada ou ficar deprimido após uma perda abrupta são situações de estresse intenso que causam dor no coração, metáfora que ilustra com perfeição o problema, a chamada “síndrome do coração partido”.

Síndrome do coração partido (síndrome de Takotsubo)
Cientificamente conhecida como cardiomiopatia de Takotsubo, ela acomete nove mulheres para cada homem, principalmente as que estão no período pós-menopausa.


“Ao sofrer uma situação inesperada de estresse intenso, por uma perda ou briga, ocorre uma descarga de hormônios estimulantes, como a adrenalina, dificultando o funcionamento do coração, fazendo com que a pessoa sofra um leve infarto”, explica o Dr. Wing Carvalho Lima, cardiologista do Hospital do Coração do Brasil.
Leia também: Síndrome do coração partido (é possível morrer de amor?).

Fortes emoções podem fazer com…

Dieta do Mediterrâneo pode melhorar a saúde cardíaca, diz pesquisa

Imagem
Mais uma vez, uma dieta à base de peixe, legumes, verduras e quantidades moderadas de álcool, conhecida como dieta Mediterrânea, está ligada a menores chances de morrer de um ataque cardíaco, derrame ou outros "eventos" vasculares, segundo um novo estudo do New York City residents.

Dieta do Mediterrâneo melhora a saúde do coração
- Leia também: Veja os alimentos permitidos na Dieta do Mediterrâneo.

Os participantes do estudo em sua maioria hispânicos e negros não necessariamente comiam alimentos tradicionais de países do Mediterrâneo, mas quanto mais perto as suas dietas se aproximavam ao jeito de comer do Mediterrâneo - com abundância de peixe, gorduras saudáveis ​​como o azeite, cereais integrais e vegetais - mais baixos eram os riscos de morte por problemas vasculares, incluindo ataques cardíacos.

"Embora não seja a dieta mediterrânea, compara-se uma dieta saudável para uma dieta menos saudável, e houve alguma melhora", disse Teresa Fung, professora da Simmons Col…

Médicos do InCor orientam médicos do SUS em doenças cardiovasculares

Especialistas do InCor vão orientar médicos do SUS no diagnóstico de doenças cardiovasculares


Especialistas do Instituto do Coração (InCor) do Hospital das Clínicas de São Paulo vão ajudar a diagnosticar doenças cardiovasculares em até 200 unidades de saúde do país. A orientação será dada à distância por meio de videoconferência.



O projeto pretende agilizar o início do tratamento, tendo em vista que 5% das mortes ocorrem na primeira hora da manifestação da doença e 80% em até 24 horas, segundo dados do Ministério da Saúde.

O convênio entre o ministério e o InCor, assinado hoje (15), começa a vigorar em um mês, com uma fase piloto nos prontos-socorros da zona oeste de São Paulo. De acordo com ministério, em 2009, as doenças cardiovasculares representaram 31% das mortes no Brasil, sendo a principal causa de incapacidade e de mortalidade. “Nossa intenção é que a expertise [conhecimento e experiência] do Incor chegue aos lugares mais remotos do país, ajudando a democratizar o acesso dos b…

O colesterol bom não protege tanto assim...

Cientistas questionaram, nesta quinta-feira, um dos grandes dogmas da medicina moderna: que níveis mais elevados de "bom" colesterol aumentariam automaticamente a saúde cardiovascular.

Em um estudo publicado na revista científica The Lancet, pesquisadores anunciaram ter descoberto que não há evidências médicas de que altas taxas de HDL (lipoproteínas de alta densidade) - o colesterol bom - diminuem o risco de infarto.


Concentrações elevadas do colesterol HDL são umas das principais taxas acompanhadas em exames de sangue. Elas são tão controladas quanto a manutenção de níveis reduzidos de "mau" colesterol (a lipoproteína de baixa densidade, ou LDL) como critério para o risco de obstrução das artérias.

A pesquisa
O estudo usou um método conhecido como randomização mendeliana para comparar o risco de infarto entre pessoas que herdaram boas variantes genéticas que renderam predisposição para taxas elevadas de HDL.

De acordo com a crença popular, esses indivíduos teriam…

Cirurgia do coração feita por robô, realizada hoje em São Paulo

Médicos do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, fizeram a primeira cirurgia do coração (ponte de safena), na América Latina, feita por um robô.

A operação de revascularização do miocárdio (popularmente chamada de ponte de safena) foi feita por endoscopia robótica - com uso de dois braços robóticos e um tubo ótico provido de iluminação e câmera - sistema denominado Davinci. A cirurgia evita que o tórax do paciente seja aberto.



Orientado pelas imagens captadas pela câmera, o cirurgião comanda os braços robóticos, que replicam os movimentos do médico dentro do corpo do paciente. A cirurgia requer três incisões do calibre de um lápis, realizadas entre as costelas. Por meio das incisões, os dois braços robóticos e a microcâmera entram no tórax e acessam o coração, tornando a cirurgia cardíaca possível sem a abertura do osso do peito.

O método diminui o trauma operatório, fazendo com que a recuperação do paciente seja mais rápida. O paciente submetido à cirurgia convencional é normalment…

Dia Mundial do Coração: doenças cardiovasculares matam 17 milhões ao ano em todo o mundo

Imagem
No Dia Mundial do Coração um dado chama a atenção: Doenças cardiovasculares matam 17 milhões ao ano

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) indicam que, a cada ano, 17,3 milhões de pessoas morrem em todo o mundo vítimas de doenças cardiovasculares, sendo que 80% desses óbitos são registrados em países de baixa e média renda.



A estimativa é que, em 2030, o total de mortes possa chegar a 23,6 milhões.

As doenças cardiovasculares, segundo a OMS, são a principal causa de morte em todo o mundo. Em 2008, os óbitos provocados por elas representaram 30% do total registrado globalmente.


Fatores de risco para doenças cardiovasculares
Os fatores de risco para tais enfermidades incluem pressão alta, taxas de colesterol e glicose elevadas, sobrepeso e obesidade, além de hábitos como fumo, baixa ingestão de frutas e verduras e sedentarismo.

De acordo com a organização não governamental Federação Internacional do Coração (World Heart Federation), em países em desenvolvimento, as doenças cardiova…

Pizza aumenta doenças cardíacas em mulheres

Imagem
Estudo recente indica que mulheres que consomem carboidratos com alto índice glicêmico têm mais que o dobro de chance de desenvolver problemas cardíacos.

O estudo, coordenado pela pesquisadora Sabina Sieri, da Fondazione IRCCS Instituto Nazionale dei Tumori, em Milão, analisou mais de 15 mil homens e 32 mil mulheres que tiveram sua dieta monitorada ao longo de quase oito anos.


Dentre os carboidratos de alto índice glicêmico estão: pizza, pães e arroz. Dessa forma uma alimentação rica em carboidratos de baixo índice glicêmico como outros tipos de massas. 

O ideal é diversificar os tipos de pães e massas, uma boa alternativa são as massas e arroz integrais. Inclua grãos, centeio, aveia, incluir mais feijão, lentilha, grão de bico; além disso acompanhe as refeições com uma boa porção de frutas e verduras.
Fonte: BBC

Medicamentos, lançamentos - Koidexa, diublok,dermotivin,Photoderm Max Tinto Light e Guaco para diabéticos

Dermotivin Foam da Galderma
sabonete na versão de espuma. Limpa profundamente a pele e combate a oleosidade sem causar ressecamento. Sua fórmula contém extratos naturais de calêndula e aloe vera, conhecidos por suas propriedades regeneradoras, cicatrizantes, anti-sépticas e emolientes.

Dermotivin Líquido da Galderma
Para o tratamento do excesso de oleosidade da pele, evitando o aparecimento de cravos e espinhas, o Dermotivin Líquido contém extratos naturais de calêndula e aloe vera. Remove a oleosidade sem ressecar a pele e pode ser usado diariamente.



Diublok®, da Eurofarma
Diublok® é um novo medicamento da Eurofarma que veio para controlar rapidamente a pressão arterial e proteger o coração, através da combinação de um diurético com um betabloqueador. Eles depletam os níveis de água e cloreto de sódio sangüíneos. São usados no tratamento da hipertensão arterial, insuficiência renal, insuficiência cardiaca ou cirrose do fígado. 

Há dois tipos de diuréticos, os que atuam diretamente nos t…

Estatinas retardam envelhecimento de artérias

Uma pesquisa realizada por pesquisadores da Universidade de Cambridge, na Inglaterra, sugere que o uso de estatinas, substâncias utilizadas no combate ao colesterol, podem retardar o envelhecimento das artérias.

As artérias dos pacientes que sofrem de doenças cardíacas envelhecem em uma progressão mais acelerada do que o resto do corpo.Isso acontece porque as doenças podem danificar o DNA das células que protegem as paredes das artérias, limitando sua habilidade de limpar os depósitos de gordura.



Segundo o estudo, publicado na revista científica Circulation Research, as estatinas estimulam a produção de uma proteína chamada NBS-1, capaz de detectar os danos no DNA das células arteriais e acelerar sua recuperação, atrasando dessa forma seu envelhecimento. "É uma descoberta interessante descobrir que as estatinas não apenas reduzem o colesterol, mas estimulam o kit de recuperação do DNA das células, atrasando o envelhecimento das artérias" (promovendo o rejuvenescimento arteri…