Postagens

Mostrando postagens com o rótulo doenças estranhas

Efeitos colaterais bizarros de alguns medicamentos

Todo medicamento apresenta efeitos colaterais. Os mais comuns são os efeitos gastrointestinais, mas há uma infinidade de efeitos colaterais e adversos provocados com o uso de medicamentos, tais como efeitos sobre o sistema nervoso, cardiovascular, etc.

Há também alguns efeitos colaterais específicos para determinados medicamentos, alguns deles incomuns e, por que não dizer, bizarros. Conheça alguns desses efeitos colaterais bizarros de medicamentos e os respectivos medicamentos que os provocam abaixo:

1) INCAPACIDADE DE CHEIRAR

Medicamento: Vasotec
Usada para: tratamento de insuficiência cardíaca congestiva; controle de pressão arterial elevada.

Os pacientes que tomam Vasotec podem ter problemas com os cinco sentidos, no entanto o mais estranho deles é a incapacidade de cheirar. Além disso, pode causar zumbido nos ouvidos, visão turva e olhos secos. No entanto, estes efeitos secundários são muitas vezes vistos como menores – a menos que ocorram simultaneamente.



2) ALUCINAÇÕES

Medicame…

10 doenças 'estreladas' em filmes de Hollywood

Imagem
Wanise Martinez - Estadão

SÃO PAULO - Cineastas e produtores de todo o mundo sempre gostaram de abordar, na ficção, os problemas físicos e psicológicos enfrentados pelo ser humano. Talvez queiram mostrar que barreiras podem sim ser vencidas ou então que nós também somos falíveis. Pode ser que seja apenas parte do caminho escolhido para contar uma história. Veja a lista que preparamos sobre algumas produções cinematográficas que retratam enfermidades e tire suas conclusões.



Filme: O óleo de Lorenzo (Lorenzo's oil)
Doença: Adrenoleucodistrofia

Essa doença de nome e sintomas complicados atinge principalmente homens a partir dos três anos de idade. Também conhecida como ADL, essa anomalia degenerativa altera a mielina, que é um tipo de proteção existente no sistema nervoso. Por conta disso, a pessoa vai perdendo a capacidade de se comunicar, se movimentar e até de comer. O corpo não consegue funcionar sozinho e o paciente passa a viver em um estado parecido com o coma. Em alguns casos é…

Dedo sem impressão digital tem causa genética

Imagem
Ponta dos dedos sem impressões digitais pode ser causado por um gene.

Cientistas da Universidade de Tel Aviv, em Israel, descobriram um gene responsável por causar uma doença que deixa os dedos do portador sem impressões digitais.

O estudo foi divulgado na publicação científica “American Journal of Human Genetics”.

Apenas 4 famílias no mundo foram diagnosticadas com a doença. Um caso que chamou a atenção da comunidade médica ocorreu quando uma suíça tentou entrar nos Estados Unidos, mas precisou de muito tempo para explicar aos oficiais da alfândega que não possuía impressões digitais. Seria mais uma integrante das doenças estranhas?

A doença é causada por uma alteração no gene SMARCAD 1, responsável pelo desenvolvimento das impressões digitais. Ele foi descoberto após um estudo coordenado por Eli Sprecher, da Faculdade de Medicina da universidade, que trabalhou com a família da suíça que teve problemas para entrar nos Estados Unidos. Nove parentes da moça também não apresentavam impre…

Comer queijo todo dia pode causar câncer de bexiga

Imagem
Uma porção de queijo por dia pode aumentar o risco de câncer de bexiga, diz pesquisa. Já as dietas ricas em azeite são menos propensas de se desenvolver câncer de bexiga.

Comer mais do que 53g - aproximadamente o mesmo tamanho de uma pequena barra de chocolate - aumenta a chance de a pessoa desenvolver câncer de bexiga em 50 por cento.

Uma porção diária de azeite de oliva, por outro lado, pode mais do que reduzir pela metade o risco de contrair câncer de bexiga.



Os investigadores desejavam descobrir se as gorduras saturadas, como aquelas encontradas em produtos cárneos e lácteos, podiam causar mais câncer que as gorduras saudáveis, como azeite de oliva, o qual ofereceu alguma proteção contra a doença.

Eles estudaram os hábitos alimentares de 200 mulheres vítimas de câncer da bexiga e os compararam com 386 voluntários que não tinham desenvolvido tumores.

Os resultados mostraram comer queijo teve pouco efeito a menos que o montante ultrapassou 53g por dia. Depois disso, o risco subiu ma…