Postagens

Mostrando postagens com o rótulo medicamentos genéricos

Fila de registro de genéricos e similares vai diminuir

Imagem
Reorganizada fila de registro de genéricos e similares

A Anvisa reorganizou a fila de petições de registro de medicamentos genéricos e similares. A iniciativa tem por objetivo reduzir o tempo de espera das solicitações formalizadas à Agência.

A Lei 13.411/2016 faculta à Anvisa adotar medidas e novos cronogramas para tratar as petições que aguardam análise. Assim, a estratégia inicialmente estabelecida pela Agência ataca o passivo de medicamentos genéricos e similares [entenda:Qual a diferença entre medicamentos genéricos, similares, similares intercambiáveis e referência?], tratando as petições que já aguardam avaliação e as novas petições.

Com isso, a fila de registro destes medicamentos foi estratificada da seguinte maneira:

Nova fila de registro de medicamentos
Grupo 1: Petições que entraram depois de 29/03Grupo 2: Petições que contém 13 formas farmacêuticas semelhantes e processos produtivos controladosGrupo 3: Petições de empresas que apresentam apenas 1 ou 2 petiçõesGrupo 4: Demai…

Medicamentos genéricos vencem a desconfiança da população

Imagem
A possibilidade de economia sem riscos, proporcionado pelos medicamentos genéricos está fazendo com que grande parcela da população já considere essa opção na hora da compra.

Os dados são resultados da pesquisa Análise do perfil de compra dos consumidores de medicamentos, realizada pelo Instituto Febrafar de Pesquisa e Educação Continuada (IFEPEC).
Segundo a pesquisa o número de brasileiros que consideram essa opção na hora da compra é bastante expressivo, sendo que 37% dos consumidores apontara que adquiriram medicamentos dessa modalidade, outros 32% compraram os de marcas e 31% compraram uma mescla dos dois tipos.

Os genéricos já venceram uma desconfiança inicial e natural que enfrentaram no mercado e hoje já fazem parte das opções de escolhas dos consumidores, eles possuem um grande potencial competitivo por causa da economia que ele proporciona, sendo que os preços são fundamentais na escolha”, analisa Edison Tamascia, presidente da Febrafar, que encomendou a pesquisa.



Ele se refer…

Compareça aos eventos culturais e esportivos do Dia Nacional do Medicamento Genérico

Imagem
Sandoz promove ações sociais em comemoração ao Dia Nacional do Medicamento Genérico.

A Sandoz, divisão do Grupo Novartis para genéricos e biossimilares, realizará ações culturais e esportivas para comemorar o Dia Nacional do Genérico (20/5). Os eventos ocorrem em São Paulo (SP) e em Londrina (PR), cidades em que a companhia está sediada.

A iniciativa reforça a importância de levar acesso à saúde para as pessoas por meio de medicamentos de qualidade.

“Essa atitude é fundamental num mundo em que parte significativa da população ainda não tem acesso a medicamentos básicos, bem como conhecimento sobre prevenção e tratamento de doenças. O acesso está no DNA da Sandoz”, afirma André Brázay, diretor geral da companhia no Brasil.

Espetáculo beneficente Vem Dançar da Cisne Negro Cia de Dança
Uma das iniciativas comemorativas da Sandoz é o espetáculo beneficente Vem Dançar da Cisne Negro Cia de Dança, realizado em parceria com o Instituto Horas da Vida neste sábado (20), no Teatro Hebraica, na ca…

Fantástico X Anvisa: Genéricos na mira do programa

Imagem
Fantástico revela tudo (só faltou citar as propagandas que incentivam a auto-medicação) sobre como os genéricos são 'tratados' pela Anvisa

Há muuuito tempo que tenho algumas coisas sobre medicamentos genéricos entaladas em minha garganta. Primeiro: pra ser genérico de verdade, o medicamento deve ser (usando palavras que qualquer leigo entende) a cópia exata (fidedigna) do medicamento de referência.

➤ Entenda a diferença entre genéricos, referências e similares
No entanto, quem assistiu a reportagem 'fantástica do Fantástico' pode ver que não é bem assim. Nem todas as marcas de medicamentos genéricos seguem a norma que não admite exceções.


Fantástico X Anvisa - trechos da matéria
"O medicamento da EMS foi reprovado por ter teor mínimo inferior a 95%, mas a EMS tinha aprovado outra metodologia junto à Anvisa, reduzindo esse índice para 90%.

Jarbas Barbosa, presidente da Anvisa, diz: “Foi apresentada previamente à Anvisa, foi analisada por nossos técnicos e foi validad…

Da Anvisa: Segurança de Medicamentos Genéricos no Brasil

Imagem
Nota à imprensa sobre medicamentos genéricos

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu do Centro de Estudos e Desenvolvimento Analítico Farmacêutico (CEDAFAR) da Universidade Federal de Minas Gerais, no último dia 11, resultados de testes de equivalência farmacêutica realizados, a pedido do programa Fantástico da TV Globo, em quinze medicamentos genéricos com os seguintes princípios ativos:

dipirona monossódica, losartana potássica e sildelafila. Mesmo esses testes tendo sido realizados sem o cumprimento dos requerimentos técnicos e regulatórios para uma apropriada análise fiscal, visto que o CEDAFAR não é credenciado para esse tipo de teste, sendo apenas habilitado para testes visando o processo de registro, a Anvisa analisou os resultados e informa que:


1 - Todos os lotes de medicamentos com os princípios ativos sildelafila (duas amostras) e losartana potássica (oito amostras) estavam em condições sanitárias satisfatórias, ou seja, dentro dos padrões esperados. Os …

Novos genéricos: ibuprofeno arginina, cabazitaxel e levetiracetam

Imagem
Novos medicamentos genéricos chegam ao mercado...

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou, nesta segunda-feira (10/10), o registro de três novos medicamentos genéricos inéditos no Brasil.

Dessa forma, os pacientes que precisam desses medicamentos poderão encontrar uma nova opção no mercado -- inclusive para comparar o preço. Conheça os novos medicamentos genéricos:



Novos medicamentos genéricos ibuprofeno arginina, cabazitaxel e levetiracetam
Os três novos remédios genéricos foram aprovados...

1. CABAZITAXEL: para o tratamento de câncer de próstata,

2. IBUPROFENO ARGININA: para dores leves e moderadas,

3. LEVETIRACETAM: para tratar crises convulsiva.

Informações detalhadas sobre estes e novos remédios genéricos
1. O cabazitaxel, da Eurofarma, é genérico do genérico do Jevtana e a indicação é: tratamento de pacientes com câncer de próstata metastático hormônio-refratário, previamente tratados com um regime contendo docetaxel.

Forma farmacêutica: Solução injetável em …

Qual a diferença entre medicamentos genéricos, similares, similares intercambiáveis e referência

Imagem
Entenda as diferenças entre os variados tipos de medicamentos: genéricos, similares e de referência.

É comum encontrar consumidores com dúvidas quando o farmacêutico sugere algum medicamento genérico no lugar do medicamento de referência. Genéricos e similares ainda geram insegurança, na maioria dos casos, por desconhecimento de suas características. Cabe lembrar que apenas o farmacêutico (e não os balconistas) podem sugerir a troca por genérico ou similar intercambiável (nunca por similar comum! pois estes não são intercambiáveis* com os de referência). Obviamente, tal troca só pode ser realizada se não houver manifestação contrária escrita pelo médico na receita.

Leia também: Interações medicamentosas com alimentos e com medicamentos.


Para entender melhor a frase acima, precisamos saber qual a diferença entre medicamentos genéricos, similares e referência.


Qual a diferença entre medicamentos genéricos, similares, similares intercambiáveis e referência


O que são medicamentos de referênc…

Genéricos são mais baratos em 55% em média

Imagem
Consumidor continua economizando e muito na compra de genéricos.

Pesquisa do Procon-SP mostra que os preços desses medicamentos são, em média, 55% mais baratos do que os de referência*.

Os genéricos já detém mais de 27% do mercado brasileiro de medicamentos. Só nos 3 primeiros meses deste ano, foram consumidas 176 milhões e meio de unidades, totalizando quase 3 bilhões de reais em vendas.
Genéricos são mais baratos em 55%
A maior diferença de preço foi encontrada no medicamento Paracetamol gotas, de 200 miligramas. O frasco de 15 mililitros custava 89 centavos em um estabelecimento e 10 reais e 94 centavos em outro, ambos na capital paulista.

* Saiba a diferença entre os medicamentos de referência, genéricos e similares, e entenda porque os similares podem ser mais baratos (mas não tão eficazes que os outros).
Para evitar esse tipo de abuso praticado no mercado, o Procon orienta que o consumidor deve sempre pesquisar.


Medicamentos genéricos veterinários são aprovados

Câmara aprova permissão para medicamento genérico veterinário
O Plenário aprovou nesta terça-feira (26) o Projeto de Lei 1089/03, que permite o uso de medicamentos genéricos na medicina veterinária e estabelece preferência para eles nas compras governamentais.

O texto aprovado é o substitutivo do Senado, que será enviado para sanção da Presidência da República.



Esse texto define o que é produto veterinário, medicamentos de referência, medicamentos similares e genéricos. Estes últimos podem diferir apenas quanto a tamanho, formato e prazo de validade, por exemplo, mas devem ter a mesma eficiência comprovada (bioequivalência).
Artigos relacionados:
- Saúde Animal
Para ser registrado no Ministério da Agricultura, o genérico veterinário deverá comprovar bioequivalência em relação ao medicamento de referência e atender a requisitos de taxa de excreção, resíduos e período de carência se usado em animais de consumo.

Caberá ao próprio ministério a análise do genérico para confirmação de sua bio…

Governo brasileiro e barreiras a medicamentos genéricos

Imagem
O governo brasileiro fez um alerta nesta segunda-feira, 17, durante a 63ª Assembleia Mundial de Saúde, que está ocorrendo em Genebra, Suíça, sobre o risco da criação de barreiras para a comercialização de medicamentos genéricos no mundo.

Ao lado de países da América do Sul, da África e do sudeste asiático, o Brasil defende a revisão do debate sobre medicamentos falsificados, deflagrada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). A discussão feita até agora incorpora temas relacionados à propriedade intelectual e às questões de saúde - uma mistura interpretada como um risco em potencial para a livre circulação de remédios.

Países querem que esse debate seja revisto e passe a ser conduzido diretamente pelos membros da OMS. Os trabalhos apresentados até o momento são resultado das orientações da Força-Tarefa Internacional Anti-Contrafação de Produtos Médicos (em inglês, Impact), um grupo criado pela própria OMS, com representantes de vários setores. A equipe defende que a dis…

Preços de medicamentos genericos, referencia e similares

Preços de medicamentos genéricos, referência e similares
em 10/03/2009 23:40:51 - Tribuna de Betim - por : Renata De F.D.Guedes

Desfazendo recentes mal-entendidos por parte da mídia.



Os medicamentos genéricos surgiram em 1999 e seu propósito era o de oferecer menor preço comparado com o medicamento de referência (de marca), proporcionando mais opções. No início eram vistos com certa desconfiança, afinal, como poderia ser tão mais barato? Será que a qualidade era a mesma? Para entendermos o porque dessa diferença de preço, devemos nos perguntar: - O QUE SÃO, EXATAMENTE, OS GENÉRICOS?


“O medicamento genérico é aquele que contém a mesma substância (princípio ativo), na mesma dose, mesma forma farmacêutica, é administrado pela mesma via e com a mesma indicação terapêutica do medicamento de referência no país - cuja eficácia, segurança e qualidade foram comprovadas cientificamente junto ao órgão federal competente - E principalmente, são intercambiáveis em relação ao medicamento de referênc…

Medicamentos Genericos, guia completo

Medicamento genérico: guia completo

O que são medicamentos genéricos?
O medicamento genérico é aquele que contém a mesma substância (princípio ativo), na mesma dose, mesma forma farmacêutica, é administrado pela mesma via e com a mesma indicação terapêutica do medicamento de referência no país. E principalmente, são intercambiáveis em relação ao medicamento de referência, ou seja, a troca por pelo genérico é possível.

Como identificar medicamentos genéricos?
Apenas os medicamentos genéricos contêm, em sua embalagem, logo abaixo do nome do princípio ativo que os identifica, a frase "Medicamento Genérico - Lei nº 9.787, de 1999". Além disso, os genéricos são identificados por uma grande letra "G" azul impressa sobre uma tarja amarela, situada na parte inferior das embalagens do produto.

Os medicamentos genéricos são seguros? Eles possuem o mesmo efeito?
Sim. O medicamento genérico é o único que pode ser intercambiável com o medicamento de referência (ou seja, substituído),…

Medicamentos genéricos, de referência e similares; diferenças

Imagem
Medicamentos genéricos, similares e de referência: Você sabe a diferença?Medicamentos genéricos, similares, de referência, manipulados, fitoterápicos e homeopáticos. Diferenças que podem afetar a sua saúde.



A prescrição de um medicamento é responsabilidade do médico após uma avaliação diagnóstica adequada. Mas é sua responsabilidade a compra e o uso consciente do medicamento.
Para esclarecer dúvidas comuns sobre medicamentos, principalmente a questão dos medicamentos genéricos, foi criado este guia utilizando as resoluções mais recentes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).



O que são medicamentos de referência ou de marca? São, normalmente, medicamentos inovadores, cuja eficácia, segurança e qualidade foram comprovadas cientificamente, por ocasião do registro junto ao Ministério da Saúde, através da Anvisa. São os medicamentos que, geralmente, se encontram há bastante tempo no mercado e têm uma marca comercial conhecida.

Os medicamentos de referência são produtos de an…