Postagens

Mostrando postagens com o rótulo obesidade

Ficar sem comer de manhã engorda, diz estudo

Imagem
Estudo comprova que pular o café da manhã faz mal e engorda

Segundo os pesquisadores, os voluntários que não faziam essa refeição eram mais propensos a serem hipertensos e obesos ou com sobrepeso.

Do Correio Brasiliense

Um estudo publicado na revista do Colégio Americano de Cardiologia mostra que ficar sem comer de manhã engorda e está associado a um risco aumentado de aterosclerose, condição caracterizada pelo endurecimento e estreitamento das artérias devido ao acúmulo de placas gordurosas.


Enquanto estudos anteriores já haviam associado o ato de pular o café da manhã a doenças coronarianas, esse é o primeiro a avaliar a associação específica da refeição com a aterosclerose subclínica, quando não há sinais evidentes do problema.

“As pessoas que ignoram o café da manhã regularmente provavelmente têm um estilo de vida pouco saudável”, explicou Valentin Fuster, um dos autores do artigo e editor da revista científica em que o trabalho foi publicado. “O estudo fornece evidências de que …

Onze motivos pra você emagrecer o quanto antes... e tem a ver com câncer!

Imagem
Obesidade estaria ligada a onze tipos de câncer

Cientistas, do Departamento de Cirurgia e Câncer e da Escola de Saúde Pública, ambos do Imperial College of London, no Reino Unido, combinaram dados de estudos e concluíram que excesso de peso está associado ao maior risco de ter algumas formas de câncer. A conclusão foi baseada em 240 meta-análises da produção científica existente sobre o tema.


O que os pesquisadores liderados por Maria Kyrgio (no Departamento...) e Kostas Tsilids (na Escola...) fizeram foi compilar uma série de estudos anteriores e encontraram mais de dois mil estudos acerca da relação entre obesidade e câncer. Depois as pesquisas foram triadas segundo os critérios científicos para obtenção dos dados.

Os cientistas constataram a existência de ligações significativas entre o índice de massa corporal (IMC) elevado e certos tumores malignos. [calcule seu IMC]. Para eles, agora está bastante claro que prevenir o excesso de peso pode reduzir o risco de desenvolver alguns …

Câncer e Sobrepeso: Quase metade dos casos de câncer nos EUA associam-se ao sobrepeso

Imagem
Nos EUA, 40% dos casos de câncer estão associados ao sobrepeso, diz estudo

Aproximadamente 40% dos casos de câncer descobertos nos Estados Unidos em 2014 – mais de 630.000 no total – estão associados ao excesso de peso, mostraram especialistas nesta terça-feira, enquanto pediam que as ações preventivas sejam intensificadas.

Em um país em que 71% dos adultos têm sobrepeso ou obesidade, as conclusões dos Centros para o Controle e Prevenção de Doenças (CDC) “são motivo de preocupação”, disse a diretora da agência, Brenda Fitzgerald.


“A maioria dos adultos americanos pesa mais do que o recomendado, e ter sobrepeso põe as pessoas em alto risco de sofrer de diferentes tipos de câncer”, disse em um comunicado.

“Atingindo um peso saudável e mantendo-o, todos podemos ter um papel na prevenção do câncer”, acrescentou.
Câncer e Sobrepeso: Tipos comumente associados
Está demonstrado que a obesidade aumenta o risco de desenvolver 13 tipos de câncer, incluindo o câncer de:

esôfago, tireoide, mama pós…

Obesidade em crianças e adolescentes aumentou expressivamente, revela estudo

Imagem
Obesidade entre crianças e adolescentes aumentou dez vezes em quatro décadas, revela novo estudo do Imperial College London e da OMS.

O número de crianças e adolescentes (de cinco a 19 anos) obesos em todo o mundo aumentou dez vezes nas últimas quatro décadas. Se as tendências atuais continuarem, haverá mais crianças e adolescentes com obesidade do que com desnutrição moderada e grave até 2022, de acordo com um novo estudo liderado pelo Imperial College London e pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

O estudo foi publicado na revista The Lancet dia 11, um dia antes do Dia Mundial da Obesidade. A publicação analisou as medidas de peso e altura de cerca de 130 milhões de pessoas com mais de cinco anos de idade (31,5 milhões de pessoas entre os cinco e os 19 anos e 97,4 milhões com mais de 20 anos) - o maior número de participantes envolvidos em um estudo epidemiológico.

Mais de 1.000 colaboradores participaram do estudo, que avaliou o índice de massa corporal (IMC) e como a obesidade …

Sobrepeso na 1º infância preocupa agências da ONU

Imagem
Na América Latina e no Caribe, o sobrepeso entre as crianças com menos de cinco anos chega a 7%. No mundo, a taxa é de 6%. No Brasil, 7,3%. Cenário preocupa a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), que lançaram neste mês um relatório regional sobre nutrição.

Os maiores índices de sobrepeso na primeira infância foram encontrados em Barbados (12,2%), Paraguai (11,7%), Chile (9,3%) e México (9%).

De acordo com a publicação Panorama da Segurança Alimentar e Nutricional na América Latina e Caribe 2017, a ingestão excessiva de calorias — bem como o ganho de peso e as doenças crônicas associados — tornou-se um problema de saúde pública na região. Levantamento foi elaborado pela FAO e pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS).

“Precisamos estar muito atentos ao que as nossas crianças estão consumindo. Apesar da rotina acelerada que muitos pais têm, é necessário que as famílias se esforcem para garantir que os…

Lorcasserina e Anvisa: liberado insumo farmacêutico para obesidade

Imagem
Anvisa libera novo insumo farmacêutico para obesidade. Manipulação da Lorcasserina foi aprovada e comercialização liberada no Brasil.

A Anvisa revogou a suspensão [o motivo da suspensão não foi divulgado] do insumo farmacêutico ativo Lorcasserina nesta quinta-feira (19/01).



A Lorcasserina, utilizada no tratamento de obesidade, foi, portanto, liberada em todo o Brasil tanto para a fabricação, importação, comercialização, manipulação quanto para o uso do insumo farmacêutico ativo.

A liberação da Lorcasserina (cloridrato de lorcaserin) condiz com a publicação do registro do Cloridrato de Lorcasserina que é comercializado sob o nome de Belviq.

O registro deste medicamento foi aprovado pela Agência Sanitária em dezembro de 2016 [confira no artigo: Da Anvisa - "medicamento novo": agência registra fármacos para câncer e obesidade], conforme a resolução RE 3.385/16.

#medicamentos

Da Anvisa - "medicamento novo": agência registra fármacos para câncer e obesidade

Imagem
Anvisa registra novos medicamentos. Ambos são da categoria “medicamento novo”. Um dos produtos registrados trata câncer de pulmão de não pequenas células e o outro é adjuvante na abordagem da obesidade.

Novo medicamento para câncer de pulmão
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o registro do medicamento novo Tagrisso® (orsimertinibe), na forma farmacêutica comprimido revestido. O novo medicamento  é indicado para o tratamento de pacientes com câncer de pulmão de não pequenas células (CPNPC) localmente avançado ou metastático, positivo para mutação EGFR T790M, que progrediram quando em uso de, ou após a terapia com inibidores da tirosina quinase para o receptor do fator de crescimento epidérmico (EGFR TKI).

O câncer de pulmão é uma doença agressiva, heterogênea e de risco à vida. Tem sido um dos cânceres mais comuns no mundo por várias décadas. O medicamento aprovado será fabricado pela empresa AstraZeneca AB, na Suécia, e a detentora do registro do medicament…

Prevenção da obesidade deve ser feita desde criança

Imagem
Brasília – A prevenção da obesidadeem crianças e dentro de casa garante resultados melhores contra o excesso de peso e desenvolvimento das doenças crônicas não transmissíveis, como o diabetes, alertou a representante da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (Abeso), Maria Edna de Melo.



“Se a gente começa a educar desde criança é lógico que teremos mais resultados no futuro. Quando uma criança aprende na escola e aprende a gostar do que é saudável esse quadro muda, mas é preciso também envolver os pais para que o resultado seja melhor em toda a família”.

O alerta foi dado no Dia Nacional da Prevenção da Obesidade (11/10), o objetivo é promover uma reflexão sobre os hábitos alimentares, o crescente ganho de peso da população e também estimular as pessoas a optarem por atividades preventivas e saudáveis.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a obesidade é um dos maiores problemas de saúde pública no mundo e acomete 1 bilhão de pessoas. Al…

Marca-passo cerebral para obesidade e depressão

Imagem
Após quase duas décadas sendo utilizado no controle dos sintomas da doença de Parkinson, o marca-passo cerebral será testado pela primeira vez no Brasil para obesidade mórbida e depressão.

A opção é mais uma alternativa em complemento aos medicamentos e cirurgia.



O Centro de Neurociência do HCor (Hospital do Coração) por meio do Instituto de Ensino e Pesquisa e o Ministério da Saúde serão responsáveis pelas pesquisas conduzidas pelos neurocirurgiões brasileiros que acabam de voltar ao país depois de uma longa temporada nos EUA, Antonio De Salles e Alessandra Gorgulho.

O grupo de pesquisa do qual fazem parte realizou estudos para o tratamento da depressão com essa técnica. E ambos já desenvolveram pesquisas com a estimulação elétrica cerebral em primatas e suínos para tratar a obesidade mórbida.

Como funciona o marca-passo cerebral em cada doença
1. Marca-passo para Parkinson
No tratamento da doença de Parkinson e outros distúrbios do movimento, eletrodos são inseridos no cérebro e ligado…

Palestra gratuita sobre redução de estômago: "Cirurgia da Obesidade"

Imagem
Redução de estômago: palestra gratuita para esclarecer mitos e verdades no Hospital Edmundo Vasconcelos.

O Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos realiza nesta quarta-feira (25), às 19h00, palestra sobre a cirurgia bariátrica, também conhecida como “cirurgia de redução do estômago”.

Gratuito e aberto ao público, o bate-papo será conduzido pelos gastroenterologistas e cirurgiões bariátricos, Ligia Vaz Guimarães e Paulino Alonso, no Centro de Convenções da Instituição, na Vila Clementino, zona sul de São Paulo.

O evento é dirigido às pessoas com interesse no procedimento cirúrgico. A palestra vai abordar questões como as principais indicações médicas para a cirurgia, as diferentes técnicas utilizadas, as recomendações pré e pós-operatórias e os cuidados com a alimentação dos pacientes.


► Leia também: Síndrome metabólica, o que é?

O encontro conta também com o apoio da equipe de nutrição do hospital e com a participação de pessoas que passaram pela operação. Segundo a médica Ligia Vaz G…

Obesidade Infantil: Dieta que deixa criança com fome é criticada por doutora na área

Imagem
Crianças com obesidade infantil não devem fazer dietas restritivas, com proibição total de certos alimentos. Dieta que deixa criança com fome é criticada por doutora em obesidade infantil. Pesquisas demonstram que quando se orienta alguém a "fechar a boca" para perder peso, os efeitos são o oposto do desejado: há aumento do apetite, diminuição do metabolismo e a pessoa fica mais obcecada por comida.

Essa informação foi divulgada pela nutricionista Sophie Deram, doutora em obesidade infantil e genética pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Ela participou, nesta terça-feira (22), de seminário sobre obesidade infantil promovido pela Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara. Sophie Deram explica que as dietas restritivas são aquelas que deixam as pessoas com fome:

"O fato de ele sentir fome vai desencadear, no cérebro, um mecanismo de adaptação que vai fazer o quê? Vai aumentar o apetite. Claramente, o que acontece? Quando você está com fome, o …

Ar-condicionado e poluição engordam!

Imagem
Você sabia que ar-condicionado engorda? E não é só ele, alguns outros hábitos podem fazer com que a gente ganhe peso.

No programa Bem Estar (Globo) os endocrinologistas Alfredo Halpern e Cintia Cercato explicaram que falta de sono, falta de sol, viroses, desequilíbrios da flora intestinal e (pasme!) até a poluição, engordam! Vamos entender como alguns desses inimigos das balanças nos fazem.

Artigo arquivado na categoria: obesidadeLeia também a página DIETAS
Ar-condicionado engorda No caso do uso do ar-condicionado, a endocrinologista Cintia Cercato explicou que regular a temperatura faz a pessoa gastar menos energia já que não usa o organismo para se aquecer ou se resfriar. Ou seja, o aparelho faz o trabalho que o corpo faria e poupa o gasto energético, contribuindo para o aumento de peso.


Poluição engorda Já a poluição pode desregular os hormônios do organismo. Isso porque, ao entrar em contato com as partículas de poluição, as células do corpo desenvolvem processos inflamatórios q…

Taxa de gordura elevada atinge 58% dos paulistanos

Imagem
A taxa de gordura elevada com risco de desenvolvimento de doenças ligadas à obesidade, a exemplo de diabetes tipo 2 e cardiopatias, atinge 58%dos paulistanos. É o que aponta estudo do Programa ‘Meu Prato Saudável’, parceria do Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da FMUSP com a LatinMed Editora em Saúde.

No total, cerca de 400 pessoas passaram por testes de bioimpedância, aferição de IMC (Índice de Massa Corpórea) ou medição de circunferência abdominal. De 126 adultos, entre homens, mulheres e adolescentes, que passaram pelo teste de bioimpedância em evento comemorativo do Dia Mundial da Saúde, realizado em 5 de abril no Pátio do Colégio, centro de SP, 88% apresentaram níveis de gordura acima do considerado ideal.

Bioimpedância A avaliação nutricional por bioimpedância é um teste que dura cerca de 5 minutos, e determina quanto de massa gorda a pessoa tem. Ele mostra quanto é água, quanto é músculo e quanto é gordura. Entre as mulheres paulistanas, 69% apresentaram risco de d…

Terapias para obesidade na UFSCar

Imagem
Os pesquisadores da UFSCar pretendem diminuir a quantidade de gordura do corpo a partir da aplicação da fototerapia durante a prática de exercícios físicos. Leia mais sobre Terapias para obesidade.

Estudos realizados por pesquisadores da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e Universidade de São Paulo (USP) desenvolvem tratamentos de controle e redução da obesidade a partir da combinação de exercícios físicos e terapia de luz, conhecido como fototerapia. O projeto "Novas Perspectivas Terapêuticas na Obesidade" é coordenado pelos professores Nivaldo Parizotto do Departamento de Fisioterapia (DFisio) da UFSCar e Vanderlei Bagnato do Instituto de Física de São Carlos (IFSC-USP).

Na UFSCar, os estudos realizados no Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia (PPGBiotec), buscam a elaboração de protocolos de exercícios físicos aliados à fototerapia, que sejam acessíveis e com baixo custo operacional. A pesquisa é realizada pelo aluno de doutorado do PPGBiotec Antonio Eduar…

Obesidade Infantil: Regulamentação da publicidade infantil

Imagem
Consea: regulamentação da publicidade infantil pode conter avanço da obesidade infantil.

A conselheira Elizabetta Recine, do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea), afirmou nesta quinta-feira (9) que o aumento de brasileiros com excesso de peso e obesos aponta para a necessidade urgente de regulamentação da publicidade infantil.



Comissão de Direitos Humanos debateu medidas para conter o consumismo na infância.


"Até os 12 anos de idade, as crianças não têm capacidade de separar o que é programação do que é publicidade. Consequentemente, a criança não tem capacidade de julgar o que é uma informação verdadeira do que é apelo ao consumo”, disse a conselheira, ao participar na Câmara do 1º Seminário Infância Livre de Consumismo.

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que, em todas as regiões do País, em todas as faixas etárias e em todas as faixas de renda houve aumento contínuo e substancial do percentual de pessoas com excess…

Qsymia: remédio para emagrecer recém-lançado

Um novo remédio para emagrecer acaba de ser aprovado nos EUA. A droga contra a obesidade, o remédio Qsymia, antiga Qnexa, da Vivus.

O novo medicamento é uma combinação de dois outros medicamentos no mercado, a “fentermina”, um derivado da anfetamina que reduz o apetite, e o “topiramato”, um antiepiléptico usado para tratar convulsões, que não deve ser tomado por grávidas porque pode causar malformações do feto.



Justamente por conta do risco de defeitos de nascimento, assim como elevada frequência cardíaca, a Food and Drug Administration (FDA, Administração de Alimentos e Drogas dos EUA) demorou três meses para revisar o plano da Vivus e liberar a droga.

Já a fentermina teve seu uso proibido no Brasil pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em outubro de 2011, e o topiramato (ou topiramento) é aprovado para uso no Brasil, indicado para casos de enxaqueca e convulsões.

O problema obesidade
Depois de 13 anos sem aprovar nenhum medicamento para emagrecer por causa dos risc…

Obesidade infantil cresce entre as idades de 5 a 9 anos

Um dado alarmante divulgado pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia deixa profissionais de saúde e pais em alerta:

Obesidade infantil cresce entre as idades de 5 a 9 anos Leia o texto da Agência Brasil

Números divulgados ontem (25) pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), com base em dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), revelam aumento do percentual de crianças com sobrepeso e obesidade no Brasil, principalmente na faixa de 5 a 9 anos. Os números referem-se a levantamento de 2010.

O sobrepeso atinge 34,8% dos meninos e 32% das meninas nessa faixa etária. Já a obesidade foi constatada entre 16,6% dos meninos e entre 11,8% das meninas.

De acordo com a presidenta do Departamento de Obesidade da SBEM, Rosana Radominski, esse quadro é alarmante.

Já entre as crianças a partir de 10 anos e jovens de até 19 anos, o excesso de peso atinge 21,7% do total dos meninos e a obesidade, 5,9%. Entre as meninas nessa faixa etária, 15…

Obrigatoriedade de cadeiras especiais para obesos em espetáculos e transportes

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) aprovou nesta terça-feira (11), em caráter conclusivo, a obrigatoriedade da instalação de cadeiras especiais para obesos em locais de espetáculos, entretenimento, esportes, conferências, aulas e similares e em veículos de transporte coletivo.

O texto aprovado é o substitutivo da Comissão de Viação e Transportes ao Projeto de Lei 668/07, do deputado Manoel Junior (PMDB-PB).

Pelo substitutivo, esses assentos deverão representar pelo menos 5% do total de lugares disponíveis, com exceção do caso dos veículos de transporte coletivo, para os quais não é estabelecido percentual mínimo. O texto original previa a reserva mínima de 10% dos assentos nos dois casos.

A proposta altera a Lei 10.098/00, que estabelece normas para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida.

Apensados
Os projetos de lei 1912/07, 1981/07, 2272/07 e 2395/07, que tratam de matérias similares e tramitam apensados a…

Anvisa decide hoje se proíbe uso de emagrecedores à base de anfetaminas

Brasília – A diretoria da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decide hoje (4) se proíbe ou não o uso dos remédios para emagrecer no país.

A reunião terá início às 8h30, na sede da agência reguladora, e será aberta ao público. Haverá transmissão pela internet por meio do site da agência.



A expectativa é pelo banimento dos medicamentos à base de anfetaminas, entre eles a anfepramona, o femproporex e o mazindol. Quanto à sibutramina, muita usada para a perda de peso, não há consenso dentro da agência reguladora.

Nas mais de 700 páginas do último relatório sobre o tema, a equipe técnica da Anvisa defende o uso da sibutramina com restrições. A recomendação é para que o medicamento seja indicado para o tratamento de pacientes com índice de massa corporal (IMC) acima de 30% e que não sofram de problemas cardíacos. Já a Câmara Técnica de Medicamentos (Cateme), órgão que assessora a Anvisa, propõe o veto ao remédio sob o argumento de que oferece mais riscos que benefícios à saúde…

Jovens muito religiosos podem tornar-se adultos obesos, diz estudo

Imagem
Um estudo feito pela Northwestern University, argumenta que jovens que passam muitas horas rezando podem se transformar em adultos obesos.

Uma pesquisa recente com um grupo de pessoas identificou, que independentemente da raça, religião, sexo, escolaridade e renda, a conclusão era a mesma. Uma criança que participa de atividades extremamente religiosas - quase fanatismo -, cresce com duas vezes mais propensão a se tornar obesa do que as crianças que praticam menos as atividades relacionadas à religião.


Segundo o Dr. David Katz, da Universidade Yale, a causa poderia ser atribuída a diversos fatores, incluindo o fato de que os aspectos sociais da religião quase sempre tem a ver com muita comida e festa. Também seria o caso de culpar a atitude fatalista de muitas crenças, que muitas vezes deixam as coisas nas mãos de Deus, esperando que o mesmo resolva todos os seus problemas.

"Outra possível explicação poderia ser que a religião muitas vezes incentiva-os a focar a vida após a morte,…