Postagens

Mostrando postagens com o rótulo osteoporose

Doenças ósseas podem dobrar em 20 anos, em São Paulo

Imagem
Envelhecimento da população paulistana poderá dobrar doenças ósseas em 20 anos.

Em 20 anos um grave problema de saúde pública, com alta taxa de mortalidade entre idosos deverá ocorrer em relação às doenças ósseas. Tem como evitar? Sim! Com campanhas de prevenção e conscientização sobre a osteoporose e suas consequências podem combater o problema, segundo o Dr. Alberto Frisoli Jr., geriatra e membro da comissão científica da ABRASSO.

“A importância que o médico dá à doença é fundamental para o paciente. Em um estudo realizado pelo setor de Cardiogeriatria da Disciplina de Cardiologia da Universidade Federal de São Paulo observou-se que especialistas que não lidam com osteoporose, fraturas e risco de queda não sentem necessidade de avaliar ou encaminhar o idoso para essas avaliações, pois entendem que alguém, em algum momento, irá fazê-lo. Isso significa que normalmente, o idoso só se importará com a osteoporose quando tiver uma fratura ou quando receber uma informação de impacto sobre …

Osteoporose causas

Osteoporose, causas dessa doença que atinge os ossos, principalmente das mulheres idosas
A principa causa da osteoporose é a queda nos níveis de estrogênio em mulheres na época da menopausa e a queda de testosterona nos homens.



Mulheres com mais de 50 anos e homens acima de 70 anos de idade têm maior risco de ter osteoporose. Portanto, é correto dizer que a principal causa da osteoporose é devido a fatores hormonais.

Outras causas da osteoporose:
Estar confinado a uma camaArtrite reumatóide crônicadoença renal crônicatranstornos alimentares com deficiência de cálcioTomar medicamentos a base de corticosteróides (prednisona, metilprednisolona, etc.) todos os dias por mais de três mesesHiperparatireoidismoAusência de períodos menstruais (amenorreia) por longos períodos de tempoBeber grandes quantidades de álcoolHistória familiar de osteoporose (osteoporose pode ser genético)História do tratamento hormonal para câncer de próstata ou câncer de mamaBaixo peso corporalFumarPouco cálcio na die…

Osteoporose o que é

A osteoporose é o tipo mais comum de doenças ósseas e atinge mais mulheres do que homens.

Estima-se que cerca de 1 em cada 5 mulheres americanas com idade superior a 50 anos têm osteoporose. Cerca de metade das mulheres com mais de 50 anos terá uma fratura do quadril, punho ou vértebras.


Osteoporose, o que é?

A osteoporose ocorre quando o corpo não tem 'matéria-prima' suficiente para formar um novo osso ou manter o osso com seu aspecto saudável (já que o osso é um tecido vivo e constantemente renovado), quando muito o osso velho é reabsorvida pelo organismo, ou ambos.

O cálcio e o fosfato são dois minerais essenciais para a formação óssea normal. Durante a juventude, o seu organismo utiliza esses minerais para produzir ossos. Se você não ingerir bastante cálcio, ou se seu corpo não absorve cálcio suficiente na dieta, a produção de tecidos do osso e do osso pode ser prejudicada.

À medida que a idade avança o cálcio e fosfato podem ser reabsorvidos pelo organismo a partir dos oss…

Dietas da moda e a osteoporose, alerta às mulheres

Um alerta para as mulheres: As dietas da moda se forem pobres em cálcio, podem ocasionar osteoporose

Uma pesquisa mostra que três em cada dez mulheres estão tão desesperadas para perder peso que eles estão cortando os grupos alimentares inteiros. Isto está ocasionando em muitas a osteoporose.

O aviso vem apenas semanas depois de Gwyneth Paltrow, fotografado, revelou que ela está sofrendo de osteopenia, um enfraquecimento dos ossos que podem ser um precursor para a osteoporose.

Com 37 anos, a atriz segue uma rigorosa dieta que é pobre em queijo, manteiga, leite e outros produtos lácteos que são fontes ricas em cálcio, fortalecendo ossos. O mineral é vital não só para os ossos e dentes fortes. É também mantém o coração em ordem, os músculos saudáveis e ajuda o sangue a coagular. Leia mais sobre o cálcio...

Uma pesquisa sobre os hábitos alimentares de 4.500 mulheres britânicas revelou que 30 por cento admitiram a evitar todo tipo de comida ao tentar ficar magra para o verão.

Fonte: Daily …

Potássio previne osteoporose na menopausa

Ingerir alimentos ricos em potássio, como bananas, tomates e suco de laranja, podem ajudar a prevenir a osteoporose em mulheres na pós-menopausa reduzindo as perdas de cálcio, conforme um estudo da Universidade da Califórnia em São Francisco (UCSF).

O consumo excessivo de sal por mulheres na pós-menopausa mostrou aumentar o nível de minerais ósseos excretados pela urina, embora o sal não pareça atingir mulheres ou homens mais jovens, disse a autora do estudo, a Dra. Deborah Sellmeyer, professora de endocrinologia e metabolismo.



Enquanto os benefícios do cálcio na dieta e da vitamina D na preservação da densidade óssea estão estabelecidos, o estudo da UCSF é o primeiro a examinar o papel do potássio na prevenção da perda de densidade óssea exagerada através da dieta rica em sal.

No estudo da UCSF, 60 mulheres saudáveis na pós-menopausa foram colocadas em uma dieta com baixa quantidade de sal (2 gramas ao dia) durante três semanas, enquanto seus níveis de cálcio excretado eram medidos. …

Cerveja faz bem para os ossos (combate a osteoporose)

Imagem
Uma pesquisa recente revelou que - vejam só - cerveja faz bem para os ossos (combate a osteoporose).

A cerveja ajudaria no fortalecimento dos ossos por aumentar a densidade mineral do tecido ósseo, e a explicação está devido à presença de silício (ácido ortosilícico).


Charles Bamforth e sua equipe concluíram que cervejas com maiores níveis de cevada e lúpulo são as mais ricas em silício.

A concentração nas marcas de cerveja analisadas durante a pesquisa ficou entre 6,4 e 56,6 mg/L.

Convém lembrar que os pesquisadores não incentivam o abuso da cerveja, mas o consumo moderado de cerveja pode ajudar no combate a osteoporose.

O estudo foi publicado aqui.