Postagens

Mostrando postagens com o rótulo pressão alta

Medicamento para hipertensão faz mais efeito antes de dormir

Imagem
Pesquisa demonstra que pessoas que tomam remédios para pressão alta à noite tem cerca de 50% menos risco de sofrer insuficiência cardíaca, ataque cardíaco e AVC.

Atualmente, a maioria dos pacientes diagnosticados com hipertensão são orientados por seus médicos a tomar o medicamento que controla a pressão pela manhã. Entretanto, um novo estudo mostra que os medicamentos para hipertensão funcionam melhor se tomados antes de dormir.

Segundo a pesquisa, publicada no periódico European Heart Journal, pessoas que ingerem o remédio no período da noite apresentam:
menor risco de sofre acidente vascular cerebral (AVC) (49%), ataque cardíaco (44%), insuficiência cardíaca (42%), precisar de cirurgia ponte de safena (40%).
Segundo Ramón Hermida, da Universidade de Vigo, na Espanha, ao The Guardian:
“O mesmo medicamento anti-hipertensivo (a mesma molécula na mesma dose, ingerida em dois momentos diferentes) tem farmacocinética e farmacodinâmica totalmente diferentes e, dessa forma, se comportam c…

#Dia Mundial do Coração: dormir mal pode aumentar a pressão

Imagem
Dormir mal pode aumentar chances de hipertensão

Para celebrar o Dia Mundial do Coração, 29 de setembro, o HCor (Hospital do Coração) escolheu como tema um dos fatores de risco mais preocupantes relacionado à doença cardiovascular: a hipertensão arterial.

Mas afinal, o que fazer para prevenir a hipertensão?
“Uma das recomendações é dormir bem”, orienta Dr. Celso Amodeo, cardiologista e especialista em hipertensão do HCor. Isso porque o distúrbio do sono aumenta as chances de ter hipertensão arterial. “Dormir mal pode causar:

sonolência, dificuldade de concentração e irritabilidade, além de predispor a problemas cardiovasculares, como as arritmias cardíacas, por exemplo”, afirma.

O que acontece enquanto dormimos que estabiliza a pressão?
Enquanto estamos dormindo todo o nosso organismo passa por um período de descanso e reestabelecimento. Com o coração e o cérebro não é diferente.

“Nas fases profundas do sono, os hormônios que controlam a circulação são produzidos. Assim, pela manhã, os ní…

Hipertensão atinge 30% dos brasileiros de 50 a 68 anos

Imagem
Geração Baby Boomers é a mais afetada pela hipertensão, aponta estudo da Sul América

A hipertensão arterial, também conhecida por pressão alta, é uma doença crônica caracterizada pela tensão acima do normal exercida pelo sangue contra as paredes das artérias, lesionando a camada fina e delicada que recobre os vasos sanguíneos. Com o passar do tempo, esse movimento pode ocasionar o entupimento ou rompimento de um vaso, levando a complicações como insuficiência renal, infarto ou até derrame cerebral, conforme o órgão atingido. [hipertensão arterial sistêmica: entenda o que é]

O desafio é grande: uma pesquisa recente da SulAmérica sobre hábitos de saúde dos brasileiros mostra que a pressão alta é a principal condição médica relatada pelas diferentes faixas etárias.


V Estudo Saúde Ativa Gerações de hipertensão arterial
O estudo aponta que a geração Baby Boomers, formada por adultos de 50 a 68 anos, como a mais hipertensa, acometendo 30,1% dos entrevistados. A diferença é significativa em r…

Hipertensão e sal não combinam, entenda por quê

Imagem
Muito se diz e se ouve que não se deve comer muito sal, principalmente quem tem hipertensão (a popular pressão alta), mas você sabe por quê? Vamos descobrir...

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que um adulto deve consumir por dia, no máximo 6 gramas de sal de cozinha, o que equivale a uma colher de chá ou 2,4 gramas de sódio. Mas estudos indicam que o brasileiro consome cerca de 13 gramas de sal de cozinha diariamente.

No organismo humano, o sal, que é formato pelo cloreto de sódio, cuja composição química é NaCl (Na+Cl-) se dissolve nos líquidos corporais, ou seja, na água do organismo.

Então, quanto maior for a ingestão de sal comum, mais líquido será necessário para dissolvê-lo, ocorrendo retensão de líquidos no corpo como um todo ocasionando aumento da pressão arterial (hipertensão). 

>> Leia também: Sódio nos Alimentos: alimentos que contêm sódio em excesso.

Dessa forma, quanto maior a ingestão de sal de cozinha comum maior tendência a elevar a pressão, principal…

Beneficios do pequi para a saúde

Imagem
Pequi em cápsula promete combater envelhecimento e inflamações

Veja tudo o que o pequi faz por sua saúde e depois (embaixo da lista prática e didática) saiba o porquê de tantos benefícios. Acompanhe!

Benefícios do pequiCombate os radicais livres prevenindo o envelhecimento precoceMelhora a função cardiovascularAnti-inflamatório Auxilia no diabetes Alivia inflamações do lúpus Combate a pressão altaInibe o estresse de maratonistas e atletas em geral
A cor amarela do caroço do pequi, de onde a polpa cremosa é raspada, indica que o fruto é rico em betacarotenos, agentes antioxidantes capazes de combater radicais livres, prevenindo o envelhecimento precoce. O cheiro adocicado mostra que o alimento é rico em frutose, o açúcar bom das frutas.

“Além disso, o óleo do pequi é chamado Ômega 9 e combate o colesterol ruim no sangue. Tem funções boas para o aparelho cardiovascular”, explica o biólogo César Grisólia, pesquisador da UnB, que estuda o fruto há 18 anos.
Os benefícios do fruto são tanto…

Proteínas da soja e do leite diminuem pressão alta

Imagem
De acordo com pesquisadores da Escola de Saúde Pública e Medicina Tropical da Universidade de Tulane, em Nova Orleans, nos Estados Unidos, leite de soja ou leite de vaca são ideais para quem sofre de hipertensão.


Os pesquisadores analisaram o efeito das proteínas desses alimentos em 352 adultos que sofriam de pressão alta.

Como foi feita a pesquisa com leite e leite de soja na diminuição da pressão arterial.
Os participantes pesquisados foram divididos em três grupos, durante dois meses. A alimentação de cada grupo incluía.

- Um grupo tomou suplementos de 40g de proteínas de soja ao dia.
- Outro grupo 40g de proteína láctea.
- O último grupo ingeriu um suplemento diário de carboidratos.

Comparados com os carboidratos, os suplementos de soja e de leite reduziram mais a pressão arterial sistólica (que é o índice mais alto).

Os participantes que beberam as proteínas de soja tiveram redução na pressão de 2,3 mmHg (milímetros de mercúrio) e o grupo de proteínas lácteas 2 mmHg (milímetros de…

Hipertensão arterial sistêmica

Imagem
A hipertensão é uma doença que afeta mais de 30% dos brasileiros adultos e fatores de risco devem ser monitorados.

E você sabia que a hipertensão pode não apresentar sintomas?

E hoje (26/04 - data da publicação do artigo), no dia nacional de combate a hipertensão vamos saber um pouco mais sobre a hipertensão arterial sistêmica.

HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA
Assintomática e silenciosa, a hipertensão atinge mais de 40 milhões de brasileiros na fase adulta da vida, o que corresponde a 30% desse grupo, de acordo com dados do Ministério da Saúde.

Fator de risco importante para o desenvolvimento de doenças graves, como cardiopatias e problemas neurológicos, a hipertensão precisa de controle e acompanhamento para que o paciente tenha uma boa qualidade de vida.


De acordo com o cardiologista Everton Dombeck, do Hospital Cardiológico Costantini, a maior parte dos pacientes diagnosticados como hipertensos desenvolvem a doença em função da sua genética.

“Os chamados hipertensos essenciais são aq…

Dia Mundial do Coração: doenças cardiovasculares matam 17 milhões ao ano em todo o mundo

Imagem
No Dia Mundial do Coração um dado chama a atenção: Doenças cardiovasculares matam 17 milhões ao ano

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) indicam que, a cada ano, 17,3 milhões de pessoas morrem em todo o mundo vítimas de doenças cardiovasculares, sendo que 80% desses óbitos são registrados em países de baixa e média renda.



A estimativa é que, em 2030, o total de mortes possa chegar a 23,6 milhões.

As doenças cardiovasculares, segundo a OMS, são a principal causa de morte em todo o mundo. Em 2008, os óbitos provocados por elas representaram 30% do total registrado globalmente.


Fatores de risco para doenças cardiovasculares
Os fatores de risco para tais enfermidades incluem pressão alta, taxas de colesterol e glicose elevadas, sobrepeso e obesidade, além de hábitos como fumo, baixa ingestão de frutas e verduras e sedentarismo.

De acordo com a organização não governamental Federação Internacional do Coração (World Heart Federation), em países em desenvolvimento, as doenças cardiova…

Pressão alta ou hipertensão o que é

Neste artigo você encontra o que é pressão alta, hipertensão, os sintomas da pressão alta, as causas e os fatores de risco. Boa leitura!

O que é "pressão" arterial ou sanguínea?
A circulação sanguínea é como um canal que leva o sangue para todo o corpo e isso é feito pelos vasos denominados artérias, da mesma forma que tubulações levam água para toda a sua casa, em uma comparação simples e didática.

Esse sangue tem uma força (como a pressão da água) que é a pressão exercida por ele contra as paredes das artérias. Essa força que iremos chamá-la de 'pressão arterial' depende da intensidade dos batimentos cardíacos.

A pressão é mais alta quando o coração bate bombeando o sangue pelas artérias, isso é denominado pressão sistólica. Nos intervalos das batidas, a pressão cai, sendo chamada de pressão diastólica.

Então...

O que é pressão sistólica?
A pressão sistólica é quando o coração BATE bombeando o sangue pelas artérias.

O que é pressão diastólica?
Nos intervalos dessas B…