Postagens

Mostrando postagens com o rótulo uso indiscriminado de antibióticos

Abuso de antibióticos leva ao aparecimento de superbactérias

Imagem
Muito antes de me tornar profissional da Saúde, presenciava, incrédula, as inúmeras prescrições de antibióticos sem que houvesse absoluta necessidade para tal.

Os antibióticos, como o próprio nome diz: anti-bio (anti-vida), se prestam a matar formas de vida, ou seja micro-organismos invasores. Ora, para isso é preciso que haja uma bactéria invasora. Mas o que eu via era, citando como exemplo, a seguinte situação:


1) O paciente vai ao médico - geralmente ao pronto-socorro - e relata estar sentindo dores na região da garganta, o médico - quando o faz - examina o paciente e vê uma simples inflamação (região vermelha, levemente inchada e quente).

2) Prescreve, via injetável ou oral, um antibiótico. Isso está errado.


QUANDO PRESCREVER UM ANTIBIÓTICO
Para se prescrever um antibiótico é necessário que na anamnese o médico verifique os sintomas:

- febre de no mínimo 38º (o que significa que há uma infecção)
- pontos brancos (pus) na garganta
- que ao apalpar os linfonodos da região da gargant…

Semana Mundial para o Bom Uso dos Antibióticos - OMS

Imagem
OMS inicia a Semana Mundial para o Bom Uso dos Antibióticos. Aumento da resistência aos antibióticos é perigo para a saúde mundial, diz OMS.

O aumento da resistência aos antibióticos representa “um imenso perigo para a saúde mundial”, informou a diretora-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Margaret Chan, na apresentação da primeira pesquisa sobre o tema...

As expressões "uso indiscriminado de antibióticos" e "abuso de antibióticos" são recorrentes aqui no site Saúde com Ciência. Isso porque eu, Renata Fraia, que sou farmacêutica acho um absurdo sem nenhum fundamento ou embasamento a prescrição de antibióticos (antimicrobianos) sem que se haja uma infecção instalada ou - pior - para prevenir infecções. É lamentável que alguns médicos, médicos veterinários e dentistas ajam assim. Essa prática apenas é indicada após a realização de cirurgias, em que a administração de antibióticos é, em geral, obrigatória, mas isso porque o organismo ficou exposto a possíveis …

Uso indiscriminado de antibióticos aumenta risco de casos de superbactéria, diz infectologista

Recordo-me de já ter escrito AQUI que o uso indiscriminado de antibióticos, ou seja, prescrever muitos antibióticos sem que haja de fato uma infecção - ou seja, com a clara pretensão de PREVENIR uma infecção - é uma prática infundada, completamente sem sentido e (pior) muito perigosa.

E não é preciso ser farmacêutico ou médico para chegar a esta conclusão. Se uma bactéria resistente a determinados antibióticos se reproduzir, gerará bactérias 'filhas' igualmente resistentes e, se você for contaminado com essa bactéria, as chances de ter menos antibióticos que combatam essas bactérias será muito alta.

Com o tempo, não haverá "quem segure" tais bactérias (usei, propositalmente, uma expressão que todo mundo é capaz de entender).

O que escrevi acima lhe parece óbvio? Infelizmente, não é assim para muitos médicos, dentistas e veterinários que continuam prescrevendo antibióticos sem necessidade.

E se alguém 'ainda' não se convenceu da minha palavra, deverá ler o um i…

Antibióticos vendidos com retenção de receita

A venda de antibióticos deve passar a ter normas mais rígidas. A Anvisa deve anunciar em breve novas normas de comercialização de antibióticos para evitar o uso indiscriminado de medicamentos antimicrobianos.

Uma das medidas é passar a ser obrigatória a dispensação dos medicamentos pelas farmácias e drogarias apenas com apresentação de receita médica de controle especial, em duas vias, sendo que uma delas deverá ser retida pela drogaria ou farmácia.



Sendo assim, o acesso a antibióticos seria mais restrito e os antibióticos passariam à lista de medicamentos com controle especial.

Esta e outras medidas, que ainda serão anunciadas, visam a contenção do avanço do desenvolvimento de bactérias multirresistentes a antibióticos (conhecidas popularmente como superbactérias) como a KPC, que está invadindo hospitais brasileiros.

SaúdecomCiência apoia esta medida.
Para saber mais...
Ministro da saúde liga uso indiscriminado de antibióticos a superbactérias
Abuso de antibióticos leva à resistência …

Ministro da saúde liga uso indiscriminado de antibióticos a infecções por superbactérias

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, disse nesta terça-feira (19/10) que o consumo irresponsável de antibióticos leva a problemas como a da superbactéria KPC, resistente a quase todos os antibióticos disponíveis, que causou ao menos 15 mortes no Brasil. Para ele, problemas internos nos hospitais também contribuem para a disseminação do micróbio, que já infectou hospitais do Distrito Federal e de São Paulo.

– O autoconsumo, o consumo irresponsável, a má prescrição [de antibióticos] é que levam a situações como essa.

(...)

Os antibióticos têm influência no processo de seleção natural das bactérias, favorecendo as que são mais resistentes.


A preocupação com o uso indiscriminado de antibióticos é tão grande que a Anvisa (Agência de Vigilância Sanitária) realizou em junho deste ano uma consulta pública para mudar as regras de venda desses medicamentos, controlando sua comercialização. O resultado desse processo, que deve dificultar o comércio de antibióticos.

Esses remédios devem pass…