Postagens

Mostrando postagens com o rótulo vitamina D

Quer emagrecer e não consegue? Pode ser falta de vitamina

Imagem
Quer emagrecer, mas acha que está difícil? O seu não emagrecimento pode estar associado à falta de vitamina D

Iniciar uma dieta está na lista de desejos de 9 entre 10 mulheres, mas o que poucas delas sabem é que para conquistar o seu peso ideal é preciso estar com a saúde em dia. Pular refeições, dormir mal e até o desequilíbrio de vitamina D no corpo podem dificultar a perda de peso.

Para tirar dúvidas sobre o assunto, selecionamos 4 curiosidades sobre essa vitamina que, quando equilibrada, pode ser aliada de sua dieta.


Por que é importante estar com o exame 25 – hidroxi em dia?



A vitamina D é uma espécie de hormônio que, entre outras funções no corpo, atua na conservação do sistema imunológico, auxilia na absorção de cálcio, tem papel importante no equilíbrio do açúcar no sangue e contribui para o metabolismo de gordura e liberação da Leptina, hormônio regulador de apetite.

"Seu equilíbrio no corpo é fundamental para que o organismo responda bem ao processo de emagrecimento.&qu…

Vitamina D: nova recomendação de dose diária

Imagem
A Sociedade Brasileira de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial (SBPC/ML) informa a mudança do valor de referência da Vitamina D e alerta sobre o quão importante é estar com a suplementação dessa vitamina em dia.


“Até pouco tempo, o valor normal, ou seja, suficiente, de vitamina D era acima de 30 ng/mL. Porém, já estão sendo aceitos valores a partir de 20 ng/mL, pois estudos têm mostrado que pacientes que estão entre as dosagens de 20 a 30 ng/mL não necessitam de reposição da vitamina”, afirma Carlos Eduardo dos Santos Ferreira, médico patologista clínico, diretor de Ensino da SBPC/ML.


A deficiência (valores abaixo de 10 ng/mL) ou insuficiência (de 10 ng/mL até 20 a 30 ng/mL – novo valor de referência) da vitamina D podem não ocasionar sintomas nos pacientes que estão sofrendo com a falta da mesma. Pessoas com níveis muito baixos podem apresentar sintomas de fadiga, fraqueza muscular e até dor crônica.

Além de problemas ósseos, existem evidências de que a falta de vitamina D também po…

Vitamina D e Esclerose Múltipla: mais evidências as correlacionam

Imagem
Os resultados de um grande estudo novo reforçam a visão de que a deficiência de vitamina D pode ser um fator de risco para a esclerose múltipla.

O estudo, que comparou os níveis de vitamina D no sangue doado por mulheres grávidas sem esclerose múltipla, mostrou um aumento duplicado no risco de desenvolver a doença entre aquelas consideradas deficientes em vitamina D em comparação com aquelas que apresentaram níveis adequados da vitamina.


Embora numerosos estudos anteriores tenham mostrado resultados semelhantes, esta foi a maior investigação para avaliar diretamente se os níveis de vitamina D em indivíduos saudáveis ​​predizem seu risco para esclerose múltipla.

"Estudos anteriores tinham menos de 20 casos de esclerose múltipla e, nesse, tínhamos mais de 1000 mulheres com a doença, então foi um estudo muito grande", disse a autora principal, Kassandra L, Munger, ScD, pesquisador, do Departamento de Nutrição, Harvard T.H. Chan School of Public Health, Boston, Massachusetts, à

Deficiência de vitamina D vira epidemia

Imagem
Deficiência de vitamina D é epidemia e provoca doenças como obesidade e diabetes.

Você sabia que 80% da vitamina D necessária ao bom funcionamento do corpo é produzida pelo nosso próprio organismo? Apesar disso, pesquisas apontam a existência de uma verdadeira epidemia de deficiência da vitamina na população, o que pode acarretar problemas de saúde, como osteoporose, quedas, obesidade, diabetes mellitus e uma maior incidência de câncer.

“Nos Estados Unidos, 75% da população branca e 90% da população negra têm deficiência de vitamina D, e pesquisas mostram a mesma proporção no Brasil”; 
Afirma a endocrinologista Vivian Estefan, do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos.

► Leia também: Vitamina D pode tratar doenças autoimunes, diz estudo


A falta de vitamina D é uma epidemia”, explica a especialista. Uma das principais funções da vitamina é atuar na absorção do cálcio, mineral necessário à formação dos ossos. Na juventude, quadros extremos de deficiência podem levar ao raquitismo e, na …

Vitamina D ajuda pacientes com asma

Imagem
Uma maxiexcelente notícia para os portadores de asma e demais doenças respiratórias. É que uma nova pesquisa revela que a vitamina D pode ajudar pacientes com asma.

O tempo que pacientes que sofrem de asma ficam sob a luz do sol pode ter um impacto sobre os efeitos da asma, revela um estudo de uma equipe de cientistas da universidade King's College, de Londres. A pesquisa indica uma relação entre baixos níveis de vitamina D, que é fabricada pelo corpo durante a exposição ao sol, à piora dos sintomas da asma.



Dentre os resultados do trabalho, os especialistas descobriram que o contato com a luz solar "acalma" uma parte do sistema imunológico que é estimulada em excesso pela asma. O tratamento de pacientes asmáticos com a administração de vitamina D, no entanto, (ainda) não foi testado pelo estudo.

A equipe da cientista investigou o impacto da vitamina em uma substância química do corpo humano, interleucina-17. Trata-se de uma parte vital do sistema imunológico que ajuda a…

Curso gratuito para médicos promovido a+ Medicina Diagnóstica sobre metabolismo ósseo para médicos do Rio

a+ Medicina Diagnóstica promove curso gratuito para médicos, sobre metabolismo ósseo, para médicos do Rio.

Entre os principais temas, está a deficiência de vitamina D
no organismo e a necessidade de reposição do nutriente


A hipovitaminose D, como é denominada essa deficiência, provoca doenças ósseas e, segundo alguns estudos, pode estar associada ao maior risco do desenvolvimento de certos tipos de câncer e também ao maior risco cardiovascular.

O tratamento para reposição dessa vitamina é um dos temas do curso “Metabolismo Ósseo, o que há de novo”, que será promovido gratuitamente pela a+ Medicina Diagnóstica, no dia 13 de setembro, a partir das 19h, no Centro de Convenções Mourisco, na Praia de Botafogo.

O curso é dirigido exclusivamente à comunidade médica.

A palestra sobre a hipovitaminose D, intitulada “Vitamina D: sua importância no osso e outros metabolismos”, será ministrada às 20h40 pela endocrinologista Cynthia Brandão, do Grupo Fleury.

Outra palestra será “Marcadores do remo…

Vitamina D pode tratar doenças autoimunes, diz estudo

Imagem
Filme apresenta a vitamina D como tratamento para doenças autoimunitárias

O filme Vitamina D - Por uma outra terapia retrata a experiência de cinco portadores de esclerose múltipla que tiveram suas vidas transformadas não apenas pelo surgimento da doença, mas também pela descoberta de um novo tratamento à base de vitamina D.

Leia também: Saiba tudo sobre a vitamina D.

Realizado entre 2011 e 2012 pelo também portador da doença, Daniel Cunha, o filme surgiu da necessidade de disseminar os benefícios desse tratamento, do qual também é beneficiário.

Desenvolvido no Brasil pelo neurologista da UNIFESP (Universidade Federal de São Paulo), Cícero Galli Coimbra, o tratamento dispensa o uso dos medicamentos convencionais para a doença - entre os principais estão os chamados interferons e o acetato de glatiramer. Esses medicamentos, injeções que podem custar entre R$ 2 e 10 mil reais mensais, são oferecidos gratuitamente pelo SUS (Sistema Único de Saúde) e diminuem as manifestações da doença em …

Pessoas muito brancas precisam de mais vitamina D, sugere estudo

Imagem
Um estudo revela um dado de saúde curioso, mas previsível. Pessoas de pele muito branca, precisam de um maior aporte de vitamina D

Segundo pesquisadores britânicos, pessoas de pele muito branca, obviamente, não podem gastar muito tempo no sol sem ficarem queimadas – e isso significa que elas não estão recebendo luz solar suficiente para fazer uma quantidade adequada de vitamina D.


Das 1.200 pessoas estudadas, 730 tinham níveis muito baixos de vitamina D. Os cientistas descobriram que os níveis ideais de vitamina D ocorreram quando os participantes relataram seis horas por dia de exposição ao sol.

A quantidade ideal é 60nmol/L, mas, basicamente, níveis mais baixos significam que você está mais propenso a ter doença de coração, e menos propenso a sobreviver ao câncer de mama se desenvolvê-lo.

Segundo a principal autora do estudo, Julia Newton-Bishop, as pessoas de pele clara que vivem em climas como do Reino Unido (sem muito sol, com dias em sua maioria úmidos e cinzas) estão em um risco…

Beber leite emagrece e tomar sol também

Imagem
Uma pesquisa liderada por Shahar Danit de Ben Gurion University descobriu que a perda de peso está também relacionada com o consumo de cálcio juntamente com vitamina D, ou seja, beber leite emagrece e tomar sol emagrece.

O estudo, publicado na "American Journal of Clinical Nutrition" foi feito em 300 pessoas com sobrepeso demonstrou que pessoas que tomavam maior quantidade de cálcio diária (580 mg) perdeu cerca de 6 kg em dois anos, independentemente do tipo de dieta (dieta Mediterrâneo, de baixo carboidrato ou gordura).



Pelo contrário, aqueles que tomaram 150 mg de cálcio por dia (cerca de metade de um copo de leite) perderam menos de 3 kg.

A vitamina D parece desempenhar um papel importante neste processo: os indivíduos com um aumento de vitamina D no sangue eram maiores naqueles que perderam peso, nas pessoas com sobrepeso contrário tinham níveis mais baixos de vitamina D.

Conclusão: Consumir uma quantidade boa de leite por dia (com cerca de 580mg de calcio) ajuda a mante…

Vitamina D é essencial para adolescentes

Imagem
Que a vitamina D é fundamental para a saúde de todos não importa a idade, ninguém duvida, que ela também é crucial para a saúde dos ossos dos idosos, sobretudo das mulheres pós menopausa, afim de evitar a osteoporose, também.

Mas poucos sabem de sua importância da vitamina D para a saúde dos adolescentes. É que nesta fase ocorre um crescimento mais acentuado no organismo, é quando os ossos se desenvolvem mais e é aí que entra a necessidade maior da vitamina D.



E como garantir que o organismo dos jovens esteja suprido de vitamina D? Ela é encontrada em quantidades pequenas nos alimentos, a maior parte é obtida através do sol. Veja como ocorre esse processo.


A juventude de hoje em dia passa mais tempo em ambientes fechado que ao ar livre, um pouco porque o calor está cada vez mais acentuado, mas a principal razão é que passam a maior parte do tempo gasto com video games e computadores.

O incentivo à prática esportiva ao ar livre deve ser focado, exceto nos horários de sol à pino e sempr…

Vitaminas: VITAMINA D, fontes e propriedades

Imagem
Neste artigo você verá:

- Tipos de vitamina D,
- Vitamina D e o Sol,
- A pele sintetiza a vitamina D
- Outras fontes de vitamina D
- Vitamina D e a osteoporose

Tipos de Vitamina D Avitamina D é dividida em dois subtipos a vitamina D2 (calciferol ou ergosterol) e a Vitamina D3 (colecalciferol).

Síntese de vitamina D
Nós, seres humanos, produzimos a vitamina D3 na pele com ajuda dos raios solares. Em nossa pele - o maior órgão do corpo - os raios ultravioletas incidem em uma substância presente na epiderme denominada 7-deidrocolesterole assim a vitamina D3 é sintetizada.


Quanto tempo se expôr ao Sol? 15 minutos diários de sol - não em horários de sol a pino - já são suficientes para uma boa absorção de vitamina D.


É possível obter a vitamina D através da alimentação? Sim. Porém, apenas em pequenas quantidades. É que os alimentos são pobres nesse nutriente, a maior fonte de vitamina D é mesmo o sol.


Vitamina D, fontes Os alimentos que são fonte de vitamina D (na forma de vitamina D3) são:
sal…

Estudo liga deficiência de vitamina D a Mal de Parkinson

Imagem
Um estudo conduzido por pesquisadores americanos sugere que pessoas que sofrem do Mal de Parkinson têm deficiência de vitamina D.


A equipe, da Universidade de Emory, examinou os níveis de vitamina D em 100 pessoas com Parkinson, 100 com Mal de Alzheimer e 100 idosos saudáveis.



Eles perceberam que 55% dos pacientes de Parkinson tinham níveis insuficientes de vitamina D, em comparação com 41% dos pacientes com Alzheimer e 36% dos idosos saudáveis.

Os especialistas, cujo estudo foi publicado na revista especializada Archives of Neurology, não souberam explicar se a deficiência da vitamina é a causa da doença ou resultado dela.

A vitamina D pode ser encontrada em alguns alimentos como salmão e atum, mas sua principal fonte de absorção é a luz do sol.

Entretanto, a habilidade de processar a vitamina diminui com a idade, fazendo com que os idosos fiquem mais vulneráveis à deficiência.

Teorias

Uma das teorias científicas defende que pessoas com Parkinson ficam particularmente vulneráveis à fal…